Categoria: Varandas Page 1 of 4

O RUMO INCERTO

Em tempo de férias, para muitos, e em vésperas de um início de época para o futebol, não queria escrever algo pesado.

Primeiro quero reforçar que os resultados da pré-época não têm qualquer relevância e que espero e quero que o SCP vença a Supertaça!

Estou, no entanto, preocupado com a política de cedências de jogadores do Clube, muitos a custo zero e outros quase nessa cifra. Preocupa-me também um aproximar ao carrossel tão conhecido do futebol português que tem ligações pelo mundo.

Diria que o rumo é incerto, mas, na verdade, o que conta são os resultados. E se o Sporting for campeão muita coisa pode mudar… Ou não!

Também não é do meu agrado, tal como as cedências, as aquisições de percentagens de passes dos jogadores por valores elevados. Como não é do meu agrado o silêncio e a demora na resolução dos casos dos jogadores que rescindiram e que continuam por desvendar, perceber e resolver…

Até a novela BF – para muitos a novela do Verão -, nada melhor para esquecer a outra novela JF, tem causado algumas palpitações nervosas, não só porque é um grande jogador e faz falta ao Clube, como por causa dos valores falados que estarão sempre abaixo do valor justo que o Sporting merece ser ressarcido por tudo o que já passou, investiu e promoveu.

O rumo é incerto até para as modalidades e o afastamento dos diversos atletas com títulos ganhos e em que tudo se resumirá num evidente esforço para fazer do basquetebol campeão esquecendo todas as outras modalidades.

Mas como o povo gosta é de futebol, pouco importa que Girão seja agenciado por JM, continuamos, a meu ver, com um plantel fraco em relação aos rivais, sem grande argumentação para discutir o título nacional de futebol e a viver de mensagens de futuro. A reportagem da SIC foi fantástica ao promover o presidente, mas, não só, serviu para afastar o Canal do Clube que poderia ter feito aquela reportagem mas não fez. Novas tendências…

Se ganharmos a Supertaça estará tudo bem, mais uns tempos, até que acordem os alarmes e despertem as mentes. E se não ganharmos, usaremos as reservas e os créditos para continuarmos focados num futuro eternamente adiado. Ainda assim, na minha opinião, estamos perante o rumo incerto!

Boas férias para quem está ou vai e boa sorte para a final.

Saudações Leoninas

PALAVRA DE HONRA

Se pedissem para definir o homem Frederico Varandas diria que é alguém de palavra de honra!

Cumpridor das suas [não] promessas, visionário das suas ideias e é alguém que tem, imagine-se, como seu maior inimigo a contradição. As palavras não são o seu forte, só por si, mas, esta coisa de gravarem o que diz não o tem ajudado nada!

Vejamos, em vídeo, alguns episódios de Frederico Varandas:

JOSÉ PESEIRO

O treinador certo que acabou despedido por Frederico
Varandas

AS MODALIDADES


Frederico Varandas critica as modalidades do SCP

SPORTING TV


A Falácia da Liberdade – Episódio 1

SPORTING LIVRE


A Falácia da Liberdade – Episódio 2

SPORTING CAMPEÃO

Frederico Varandas acreditou e acredita que fará o SCP campeão

A MAIORIA DA SAD

A [não] venda da SAD do SCP por Frederico Varandas

RECORDE DE VENDA DAS GAMEBOX


VARANDAS AVISA: “ESTAMOS A BATER RECORDES NO MERCHANDISING, BATEMOS NA VENDA DE GAMEBOX E MUITOS OUTROS VÃO CAIR”

A EXPULSÃO DE BRUNO DE CARVALHO

A tal PENA DE MORTE

Depois de vermos os vídeos não temos dúvidas que estamos perante um homem de palavra de honra, pessoa de bem e ideal para liderar o grandioso SCP ou será que alguém tem dúvidas?

Para onde caminhamos Sporting CP?

Louve-se o homem que não quis a pena de morte, o mesmo que quis uma Sporting TV com comentadores com direito à sua própria opinião e um Clube livre!

É Frederico Varandas o presidente do SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!

Todos os episódios relatados nesta crónica são reais, por isso, recordo as suas palavras que resumem tudo isto:

Frederico Varandas garante que acabou o tempo de o Sporting ser um “circo” e alvo de “chacota”

Sobre Frederico Varandas, palavra de honra, nunca mais quero escrever…

Saudações Leoninas

EIS O NOVO SCP DO MITO

Criámos a ilusão de uma possível reversão no actual estado do SCP e nunca percebemos que a caminhada estava a chegar ao fim…

Os mitos foram chegando e de braço dado com os chavões foram adornando as mentes e criando novas realidades paralelas. Nunca em vão!

E eis que chegamos ao ponto de ver um SCP que tem um PMAG que não cumpre os Estatutos, o Regulamento das AG´s porque a sua interpretação é contrária ao que é aplicável e assume-o, primeiro na última AG e depois na televisão. Brilhante!

Voltemos aos mitos. Criou-se, depois da famosa campanha televisiva e “jornaleira” o mito do “velhotes” que dominavam as AG´s e que era preciso 1 Sócio/ 1 Voto. A alicerçar essa teoria foi fundamental a divulgação da últimas eleições com João Benedito a ganhar nos Sócios mas a perder nos votos. Repito: Não foi em vão! Nunca nada é em vão!

Na mais recente AG fiquei com a ideia que a votação chumbaria o Orçamento, mas, mais uma vez, depois de uma cena de diversão (grave) e com a AG suspensa há uma contagem e um resultado inequívoco!

O novo mito implementado é ainda mais surreal. Querem passar a ideia que são os Sócios que vão decidir a expulsão de BdC e Alexandre Godinho, quando, alegadamente, tudo já está arrumado e resolvido. Mas, para que não existam percalços, ainda usam estratagemas para reforçar o destino final e falo-vos do Jornal Sporting e da abertura das urnas de voto sem que os visados sejam ouvidos, coisa já testada e com sucesso num passado recente.

A verdade é que os Sócios não têm a palavra, servem apenas para pagar as quotas e vão caindo um a um com expulsões e até já há quem defenda que uns tais Leais devem de ser expulsos do Clube, cumprindo assim, o ADN de elite que muitos sonharam para o SCP. Pode ser tudo menos um Clube do povo!

Estamos a caminhar para o fim. Obviamente que os expulsos vão ver a sua sentença confirmada pelos Sócios e a paz nunca mais existirá nem com a bandeira de #UnirOSporting. Mitos urbanos. Falácia rural, perdão, plural.

Sábado, se não for barrado sem motivo aparente, lá estarei na AG para ver com os meus próprios olhos a teatralidade, a ousadia e a arrogância do poder instalado no SCP que continuo a achar que é mais um mito ao dizer-se que foi eleito democraticamente pelos Sócios. Eu, por tudo o que já vi, tenho muitíssimas dúvidas.

Um Clube que não respeita quem o defendeu, quem o destacou e que deu resultados positivos só pode estar subvertido, refém ou sem saúde mental. Vale o que vale e até pode ser por outra razão, no caso, financeira, mas, então, não falem ao coração dos Adeptos e dos Sócios com esse paralelo, constante e cerrado ataque ao seu passado!

Tudo vai morrendo lentamente até que a verdadeira história seja um dia contada ou, talvez, nunca chegue ao conhecimento público. E como dizem no desporto-rei, o futebol é momento… Sabemos que a memória se vai apagando em cada um de nós e essa é uma preciosa ajuda.

Até sábado e para terminar digo-vos o seguinte: Até prova em contrário, ainda estou para perceber porque chegamos aqui, como deixamos e quem tem interesse nisto tudo. O SCP não será e eu também não!

Temos um novo SCP do mito!

Saudações Leoninas

ESTAMOS A MUDAR O RELVADO

Estamos a mudar o relvado, o título, é apenas uma figura de estilo, portanto, em sentido figurado, que espelha bem (ou pretende) o actual momento que vivemos no Sporting CP.

Não é, claramente, um apontamento ao relvado físico do estádio, que, em boa hora, foi solucionado pela anterior Direcção. Até isso ficou resolvido e fechou-se a torneira para quem tanto lucrava anualmente.

Este relvado é um quadro (diria quase médico…) da actual saúde do nosso Clube que vê, quer se queira ou não, uma limpeza com o passado.

Mas agora ninguém se importa… E só há gente de bem!

Fenómeno Leonino

Chamar-lhe-ia, como já o fiz, de Fenómeno Leonino:

– No passado antecipou-se a Gala um dia e foi o dilúvio. Agora não há Gala…

– A Comunicação, em nova versão, tem uma característica linda e o ADN assinalável com um F******

– Há jogadores em saldo e a variável são os oferecidos ou dispensados. Não dar exemplos porque é sobejamente conhecido.

– O aumento das Gamebox é um não-assunto (para alguns).

– Estamos a desinvestir nas modalidades todas para apostar tudo no basquetebol, fazendo desta modalidade a menina dos olhos do Clube. (Isto porque não existia).

– E no próximo ano vai acontecer a maior limpeza de sempre de Sócios do Clube, em especial, os que tenham alguma ligação ao passado, seja ela emocional ou efectiva.

– E, tipo cereja no topo do bolo, temos um presidente do Clube que é especialista em contradição e em comunicação atabalhoada e que, ainda assim, ninguém cobra as promessas e as campanhas que fez e em que agora se esconde atrás do silêncio.

Hoje estará na Sporting Tv para falar, certamente, das AG´s e do aniversário do Clube.

Relvado em fundo, mudança em prioridade!

Em suma, e voltando aos sentido figurado, estamos a mudar a casa ou o relvado para uma nova época que promete e muito, mas pela negativa.  

Adeus modalidades ganhadoras, imagem de marca perdida, adeus Sócios com opinião contrária. Adeus atletas de referência, uma mística que se dilui no vazio, e adeus o cumprimento dos Estatutos como já aconteceu desde 23 de Junho de 2018 e nas AG´s que se seguiram.

Estamos a mudar o relvado e a casa, os princípios e a verdadeira essência, por isso, chamo-lhe o fenómeno leonino, relvado ou outra coisa qualquer, só porque, ao que parece, não ter significância para os Sócios e Adeptos, como, naturalmente, e expectável, não tem para a Comunicação Social que prefere promover o bambino Félix e esconder ou aliar-se do que se passa no Sporting, mais uma antítese, comparável com os tempos da anterior Direcção.

Mas ainda sobra tempo para mais uma verdadeira e superior cereja no topo do bolo, falo-vos do homem-estátua, que deu uma entrevista surreal passando uma imagem atípica mas condizente com a actualidade do Universo Leonino, de gente de bem e de quase, quase ou de ses ou ainda de F******…

Quando o relvado estiver mudado, e será já no próximo ano, não se queixem pois avisos não faltaram.

E sobre as AG´s esperem pelas surpresas!

Saudações Leoninas

SOU DO TEMPO EM QUE VÁRIOS TEMPOS ATRAVESSARAM O MEU TEMPO!

Eu sou do tempo, recente, em que éramos feitos de silêncios nos cafés, do tempo em que não víamos as crianças equipadas à Sporting irem para a escola. Em que poucos adeptos viam as modalidades porque se dispersavam por pavilhões, muitas vezes, com poucas condições e distantes de Alvalade.

As coisas foram mudando…

Vi, nos últimos anos, nos cafés, mais Sportinguistas do que nunca com orgulho de serem do Clube, vi, também, com regularidade, muitas crianças vestirem as camisolas do Sporting. Vi muitas vezes o estádio cheio e uma vibração que não consigo traduzir por palavras.

Uma vez, pelo menos uma, lembro-me bem, no programa Juízo Final, que já não existe, dei um cartão verde aos Sócios e Adeptos do meu Clube com um reparo: para seremos campeões, primeiro, é preciso os adeptos terem mentalidade de campeão!

Expliquei a minha teoria que consistia por defendermos o nosso Clube e quem o representava, em todas as circunstâncias e em todos os lugares, cafés inclusive. Teríamos que, primeiro, ser campeões na exigência e no compromisso com o Sporting defendendo-o como se defende um filho. Ajudá-lo a crescer. Para depois sim, estarmos preparados para essa condição que há tantos anos almejamos sem sucesso.

Senti-me perto, muito perto, de ver o Sporting campeão, mas, estranhamente e por explicar, acabou por perder o campeonato para o Benfica.

Senti que, talvez fruto do entusiasmo de algo nunca vivido, estávamos no rumo certo e que chegaríamos lá. Fiquei na expectativa que também a justiça desportiva explicasse e corrigisse, se fosse caso disso, o que errado e ilegal tivesse acontecido nesse campeonato.

Hoje tenho a consciência ou a convicção que nessa época foi traçado um longo futuro que agora se cumpre em pleno. Agarrados ao ego e aos bons costumes voltamos ao progressivamente aos velhos tempos dos silêncios e da chacota em que os Sportinguistas vão desaparecendo porque não acreditam na Justiça, seja desportiva ou civil, vão perdendo a força e deixam morrer devagar a chama que outrora tiveram.

Há, agora, um Hitlerismo no Sporting, que quer aprimorar a raça de Leão, que quer criar um elitismo e um hábito de festa como se o futebol não fosse um desporto do e para o povo.

Filtram, pelo aumento do custo para os Sócios, que querem apoiar o Clube abrindo um fosso entre quem quer e quem pode.

Chamaram a isto #UnirOSporting!

Preferem os Adeptos com poder para assistirem ao espectáculo, os bem comportados, os chamados de bem, os que sem criticar pagam a sua ajuda, mas, em momento algum, fazem ruído ou manifestam sem medos o que pensam. O momento é de paz, usam a frase como uma senha e um slogan como se fossem regressados de uma guerra sem igual.

Não que a guerra não tenha acontecido. Aconteceu. Mas foi uma guerra de mentes perversas, já o disse, apenas afectou o Sporting. Beneficiando outros clubes e alguns personagens da nossa praça e não só…

Eu sou do tempo do nada, do quase e do agora.

Agora, com a bandeira de uma Taça que nada valia e de outra que deveria ter sido ganha no ano anterior, vemos jogadores dados, vemos negócios prejudiciais e outras coisas que ninguém ousa falar porque há um único alvo a abater.   

E estamos perto de duas AG´s para UNIR O SPORTING.

Ninguém explica as saídas gratuitas dos atletas, os gastos abusivos, a nova comunicação do Clube e os silêncios que se parecem com aqueles dos tempos dos cafés…

Como ninguém explicará, quando voltarmos ao passado, como ali chegamos!

Eu sou do tempo em que vários tempos atravessaram o meu tempo…

COMUNICAÇÃO DOGMÁTICA

Hoje vou dispensar as imagens ilustrativas por respeito aos Leitores deste blogue, pois não os quero ferir mais porque já bastam os atropelos diários em diversos meios.

João Félix é a nova coqueluche para difundir, apoiar e promover, talvez um novo CR7, para comunicação social portuguesa. Grande investimento no miúdo.

São horas a fio nas Tv´s, capas de jornais e páginas intermináveis com, no mínimo, 3 clubes a bater a cláusula de €120M.

Sobre o Sporting CP é de registar a boa imprensa que conseguiu. Frederico Varandas é, finalmente, um presidente do SCP muito bem visto por todos os meios da CS, em especial, dos afectos ao SLB. O que é preocupante, digo eu! Mas ninguém se preocupa com isso…

Faz tudo bem até quando não faz. Diz coisas fantásticas até quando se exprime com dificuldade. O louve-se que até o seu silencio é apreciado quando em vez de defender a Instituição centenária SCP opta por ficar calado. Brilhante exemplo, para uns, não para mim, de uma comunicação de referência. É, aqui também, uma comunicação dogmática!

Depois há o mistério chamado: Tertúlia Sporting 2.0 que dá as notícias sobre o Sporting em primeira mão. Vou, abrir uma excepção no texto para colocar uma imagem para exemplificar:

O mais recente exemplo de comunicação da Tertúlia Sporting 2.0

Tenho estado a reparar, para espanto meu, que acaba por ser, não sei se a fonte de decisão ou apenas o meio oficial de divulgação, que nos tempos da nova geração de comunicação é a verdadeira fonte de noticias do Clube. Hoje ninguém se importa com nada e os tempos de exigência e transparência foram de férias ou faleceram ali numa esquina qualquer… Talvez seja o que o SCP precise.

Bem sei que o Clube não está órfão do seu papel de comunicar e até dizem que paga bastante para esse desígnio. Decisões de gestão!

A verdade é que os Sócios andam tranquilos, passivos e acomodados! Basta ver o recente Relatório & Contas [R&C] com uma gestão nada comparável com as anteriores e é vermos quem defenda este R&C apresentado. A palavra prejuízo voltou! Só falta celebrar…

Uma justificação para essa defesa até nas redes sociais deve ser o efeito da nova comunicação do Clube, bem paga, mas a actuar em todas as frentes, ao melhor cenário daquele canal de televisão que tão bons resultados já deu! Equipa que ganha não se mexe, diz o povo!

E com a aproximação das duas Assembleias o panorama Leonino promete muitas novidades, bombas de mau cheiro como é usual no Carnaval e uma lavagem cerebral aos que beberam o cálice do ódio. No fundo, nada de novo, ou seja, dividir para reinar que é um método tão antigo como eficaz.

Porque tudo se resolve com uma boa comunicação, em quantidade e em expressão dogmática, eis um sucesso fácil de constatar e de antecipar.

Como muitos defendem, agora sim, estamos no bom caminho, mas o que muitos não querem ver é o seu destino!

Depois não se queixem…

SÉRGIO CONCEIÇÃO – THE SELF-MADE MAN

Agora que terminou a época futebolística em Portugal é tempo de falar de Sérgio Conceição por causa daquele incidente com Frederico Varandas e que tanto se falou nas televisões.

Tive a oportunidade de escrever, através da minha página, um artigo com o nome: “UM BRINDE DE SÉRGIO CONCEIÇÃO” com as diferentes perspectivas do incidente.

Hoje trago-vos um pouco mais da história do de sucesso de um empreendedor e aventureiro!

Recuando no tempo, ao ano de 2012, no verão quente, em que já ninguém se lembra o “Self-made man” teve um caso interessante:

Sérgio Conceição deixa Olhanense após troca de insultos

A discussão da tarde desta quinta-feira com o presidente do clube colocou um ponto final na curta estadia em Olhão. Isidoro Sousa já confirmou que “não existem condições” para que o treinador prossiga à frente da equipa técnica.

O link da notícia aqui: https://www.dn.pt/desporto/futebol-nacional/interior/sergio-conceicao-deixa-olhanense-apos-troca-de-insultos-2712976.html

Em março de 2015 foi a vez do então Presidente da Académica de Coimbra:

SÉRGIO CONCEIÇÃO PERDE PACIÊNCIA E AGRIDE PRESIDENTE DA ACADÉMICA DE COIMBRA

O link da notícia aqui: https://desporto.sapo.pt/futebol/primeira-liga/artigos/sergio-conceicao-perde-paciencia-e-agride-presidente-da-academica-de-coimbra

No mesmo ano de 2015, desta feita em junho, outra vez um presidente, coube a sorte a António Salvador do Sporting Clube de Braga:

Sérgio Conceição acusado de insultar e ameaçar agredir António Salvador

O link da notícia aqui: https://www.jn.pt/desporto/interior/sergio-conceicao-acusado-de-insultar-e-ameacar-agredir-antonio-salvador-4613647.html

Novembro de 2017, a coisa deu-se internamente, no caso, com Francisco J. Marques:

O link da notícia aqui: https://www.record.pt/futebol/futebol-nacional/liga-nos/fc-porto/detalhe/-sergio-conceicao-francico-j-marques-o-presidente-e-eu-e-que-falamos-pela-equipa

E 2018 chegou e trouxe uma mudança, era a vez de um colega de profissão, no caso, o mister João Henriques (Paços de Ferreira) ficar de mão estendida.

João Henriques, treinador de Paços de Ferreira, de mão estendida

É este ano, de 2019, que o Self-made man chegou ao auge o que não é bom pronuncio para o seu futuro no FC Porto…

O caso com João Félix

https://www.record.pt/multimedia/videos/detalhe/sergio-conceicao-deixou-joao-felix-de-mao-estendida

O caso do adepto.

O link da notícia aqui: https://blogvisaodemercado.pt/2019/05/sergio-conceicao-pegou-se-com-adepto-do-fc-porto-causa-do-filho/

O caso com Frederico Varandas

E o assumir do seu mau feitio…

https://www.dnoticias.pt/desporto/sergio-conceicao-assume-mau-perder-e-critica-condicoes-apos-taca-da-liga-YB4298441

Será que a porta abriu-se para Jorge Jesus?

E AGORA FRED?

O Campeonato futebol sénior masculino acabou finalmente. Ficámos, segundo alguns consócios, num “glorioso” terceiro lugar, honrosamente à frente o SC Braga e a 13 PONTOS do vencedor, o SLB.

Claro que ainda falta disputar a Final da Taça de Portugal que teriamos toda a obrigação de ganhar, mesmo sendo contra o FC Porto, e escrevo teriamos porque se a explicação para o lugar na Liga foi a invasão de Alcochete, creio que o mesmo critério terá de ser aplicado a esta Final!

É claro que a “desculpa” da Academia é só mesmo isso! Parece que a seguir a esse acontecimento, não tivemos uma Comissão de Gestão, comandada pelo “amego” Sousa Cintra que, com a conivência de todos os candidatos às eleições de 8 de Setembro, meteu a mão na organização desta época, tendo inclusive despedido um treinador contratado para por lá o Josepe Zero (Querem maior atentado que este?)!

E que a actuação do Cintra não se resumiu ao treinador… Também tomou algumas opções no mínimo estranhas na construção da equipa, que nos deram um desvio negativo de 17 milhões de Euros… Fico à espera (sentado) da auditoria forense a este periodo do Sporting Clube de Portugal.

Mas não… A narrativa mantêm as culpas em Alcochete! Somente Alcochete (e o Bruno claro!!!!) é responsável pela miserável (ou pela muito razoável e louvável, segundo alguns) prestação da equipa este ano. Não fomos campeões por causa de Alcochete …

A boa notícia é que esta época já acabou! E a que começa já não vai ter Alcochete no seu início, a não ser como centro de treinos da equipa de futebol.

Finalmente a total responsabilidade da gestão da Equipa cairá sobre esta Direcção. Acabou o ano zero que, ao contrário do que preconizava Varandas numa entrevista à Sporting TV, não foi nada “fácil fácil”.

Esperemos que a visão do Presidente tenha melhorado bastante neste final de época e que a próxima nos traga o título máximo do futebol sénior em Portugal e em Maio de 2020 estejamos a festejar no Alvalade XXI (O Marquês precisa de ser desinfectado com criolina) e no PJR.

A margem de manobra reduziu-se e muito e já não haverá desculpas para as “azelhices” cometidas este ano!

Permitam-me que envie um recado em discurso directo para o Presidente do Sporting Clube de Portugal: Agora é a doer Frederico Nuno e com ou sem investimento, poupanças ou não na folha de salários, com jogadores pernetas, vesgos ou super estrelas, no próximo ano a responsabilidade é TOTALMENTE tua! E nós temos de ser campeões para o ano!

Por isso Frederico “put your best game on” porque acabou-se a brincadeira e as desculpas! Se disseste que eras o candidato melhor preparado para gerir o futebol, pelo teu vasto conhecimento e tempo junto ao plantel, agora está na hora de fazeres jus às tuas palavras!

Uma nota final Frederico. A luta pela verdade desportiva não se faz com palavras de circunstancia, no final de um qualquer jogo! Essa luta faz-se com acções concretas de alteração das politicas em vigor, de pressão e influência sobre os Orgãos Judiciais e do Poder Central. Esta luta é muito mais política do que tu possas imaginar e portanto, rodeia-te de pessoas que te possam auxiliar nesse sentido.

Haveria muito para dizer sobre a forma de evitar que os árbitros nos prejudiquem… Mas tu não és, seguramente, a pessoa certa para falar sobre estes assuntos.

Uma nota final Frederico, em jeito de conselho… Por favor pede a alguém que te ajude com a diccção… Um Presidente do Sporting tem de falar em público e tu, quando o fazes, soas como um prego a arranhar uma ardósia. Por muito interessante que a tua mensagem seja…

Saudações Leoninas.

TIBÉRIO O GENERAL DE ROMA

Não vou aqui contar a história do Imperador Tibério, um dos maiores generais do Roma. Vou antes recuperar pequenos episódios desta semana do reino do desporto português e em especial do SCP para pensarmos se realmente “isto anda tudo ligado”?

 SETÚBAL E AS ENCOMENDAS

O Vitória de Setúbal perdeu com o Boavista e o árbitro Fábio Veríssimo foi o centro das atenções por expulsar 3 jogadores da equipa da casa. Confesso que, para mim, foram bem expulsos e neste caso o árbitro será o menos culpado. Mas vamos por partes:

  • Tentativa de invasão com um adepto a entrar no relvado[veja aqui]
  • Declarações inusitadas do Treinador Sandro em resposta à jornalista sobre o que se passou no relvado.
  • Declarações graves do Presidente do Clube Sadino Vítor Hugo Valente

A pergunta é: O que mudou no futebol português após o afastamento do grande prevaricador?

NO DRAGÃO HOUVE FOGO CUSPIDO PELAS CLAQUES

Um jogador agrediu um adepto. Os ânimos estiveram quentes. Mosquitos por cordas. E o futebol português continua sob a alçada da violência. Que impacto teve este episódio? E já agora porque voltaram a associar o Caso-Alcochete a este?

BRUNO FERNANDES PERDE PARA JOÃO FÉLIX 

Capa Record 8maio19

Parece não ser suficiente para alguma Comunicação Social (sempre o grupinho habitual) a toda a campanha que BF está a fazer nos relvados.

  • Melhor jogador da Liga Portuguesa (outra vez)
  • Homem do jogo por 10 vezes
  • Recorde mundial de um médio com 31 golos (para já)

E o que os jornais destacam?

JF no record.jpeg

Dir-me-ão que são opcções editoriais…

ABEL DE SAÍDA DO BRAGA

Não vou aqui recordar o rol de episódios deste treinador e a dualidade de critério, abordagem e reacções nos jogos que a sua equipa fez contra o Sporting e contra o Benfica.

Abel de saída do braga

A questão que lhe deixo, ao próprio, é se valeu a pena?

O futuro dirá que sim ou não, veremos onde se irá encaixar na próxima época…

O FUTEBOL FEMININO DO SPORTING CP

Acaba de perder, pela 1.ª vez, o campeonato nacional e para o S. C. Braga. E é com saudade da Raquel Sampaio e do seu grandioso trabalho no SCP – Futebol Feminino que trago as suas palavras:

Raquel Sampaio

A pergunta é: Vão desinvestir no futebol feminino do Sporting CP?

MODALIDADES LEONINAS PERDEM REFERÊNCIAS

Esta semana tem sido bombástica na perda de algumas referências do Sporting CP.

Espero que o actual presidente do Clube tenha mão nisto tudo. Trago-vos, como imagem de marca, as luvas do Patrício (ainda não está tudo resolvido com os jogadores que rescindiram com o Clube) para que possa agarrar melhor a barra!

Nomes como: Hugo Silva – treinador de Voleibol que fez do Sporting campeão nacional no ano do regresso da modalidade.

HUGO SILVA

João Simões (Voleibol) e fala-se já em Miguel Maia.

Nuno Paiva – Treinador de Karaté

NUNO PAIVA.jpg

João Pinto – Hóquei em Patins

Retive as palavras de Hugo Silva: “Quem sabe um dia cruze novamente com o Sporting forte e ambicioso que conheci“.

Dá que pensar…

Se juntarmos alguns dados adicionais, como por exemplo, o caso ainda por julgar de Alcochete e o seu empolamento para o terrorismo, as claques não organizadas que podem tudo sem consequências, os comentadores nas TV´s adidos aos clube rival que marcam a agenda dos jornais (tem paciência MA) ou mais uma lição de como se ganha um campeonato em Portugal leva-me a deixar algumas questões:

  1. Quem beneficia disto tudo?
  2. Quem paga?
  3. E a pergunta de 1 MILHÃO: QUEM É O TIBÉRIO PORTUGUÊS?

Dá que pensar… Outra vez a pensar?

E o que isto tudo, esta salada de episódios e de clubes, têm em comum?

Essa resposta fica para o tempo dar…

Boa sorte para o Hóquei em Patins do Sporting CP e contem com o meu apoio!

Saudações Leoninas

TV PARA TOTÓS, ACÉFALOS E FANÁTICOS

Nota prévia: Se está enquadrado num destes três estados por favor não leia mais porque terá dificuldade em entender, aceitar e reconhecer-se!

Passo um: deixe de ler. Passo dois: saia deste texto. Passo três: regresse de imediato aos habituais canais televisivos disponíveis.

Esclarecimento necessário: Não vejo Tv, mas para esta crónica recorri as redes sociais onde existem vários pequenos vídeos exemplificativos. Nada tenho contra os comentadores desportivos ou pivôs que ganham a vida com este trabalho, mas tenho pena de quem consome este produto final. Muita pena!

Episódio referência: O golo anulado ao Moreirense contra o Benfica e a questão sobre se a bola entrou ou não na baliza do clube encarnado.

TV PARA TOTÓS, ACÉFALOS E FANÁTICOS

Primeiro é preciso ver as imagens e ouvir bem cada comentário que é dito sobre o mesmo lance para entender este fenómeno paranormal da realidade actual da televisão portuguesa e daqueles comentadores desportivos, presumo que bem pagos, para desempenharem um papel de manipulação das mentes distorcendo a realidade visível a qualquer um. É, de facto, uma obra de arte incrível. Há comentadores de bom senso – poucos – que não se prestam a esses serviços encomendados.

Não é golo mal anulado nenhum, a bola não entra na baliza! … Por favor olhem com atenção para este vídeo e vejam a bola a bater num placard de uma instituição financeira que ali até ao fundo e a vir para trás da baliza” – Vasco Mendonça – in SIC Notícias

Mas o pior estava guardado para outro canal televisivo que até transmite jogos do seu clube.

E se associarmos os diversos jornais diários a esta panóplia de instrumentalização e manipulação global tudo fica mais assustador!

Há muitos milhões envolvidos. E de várias proveniências. Há muitos interesses escondidos e para uma sociedade feliz e estupidificada é preciso que ganhem sempre os mesmos. A luta do poder.

É preciso que a televisão consiga distrair o povo e alimente as suas conversas de café. Não dá para mais. Não querem mais. Não pode ser mais. Um lindo povo de totós, acéfalos e fanáticos é o cenário perfeito para que tudo o resto aconteça e passe despercebido. Coitado do Rui Pinto que teve a inteligência e ousadia de contrariar esta realidade. Coitado do outro que foi desmascarado e apanhado com a “boca na botija” ao fim de tantos e tantos anos e até vimos – isto era no tempo em que via televisão – alguns comentadores a defender a sua condição e apetência religiosa. Um crente, certamente, dos mais fervorosos do mundo Tuga!

Fico afastado de consciência tranquila. Nunca recebi nenhum dinheiro para comentar nem para escrever sobre o desporto ou sobre os clubes as suas artimanhas, mas combati o sistema enquanto tive essa oportunidade, um combate com ética, directo e feroz! Os resultados todos sabem. Eram tempos de mudança, de acabar com o que se construía e que tiraria o poder ao actual estado, mas ninguém percebeu o que estava em causa e deixaram morrer um combate necessário e ousado. O mundo não vive de ousadias…

Hoje é tão deplorável que deixei de ter estômago, jogo de cintura e flexibilidade mental para ver a televisão portuguesa. Digo-vos que foi uma decisão feliz. Defendi a minha sanidade mental, ocupei-me com outras coisas mais importantes e deixei de aturar totós, acéfalos e fanáticos, que os há, diga-se, em todos os clubes.

Estar longe da Star Wars para totós é tão saudável e satisfatório. Repito: Não tenho nada contra quem ganha a vida a desempenhar este papel da manipulação global de mentes inócuas. Bem pagos, como espero, fazem pela vida! Eu não seria capaz de fazê-lo, mas, por isso, não julgo os que o fazem.

Tenho pena dos totós, acéfalos e fanáticos embora saiba que estão convictos da sua razão e que estarão cobertos de sapiência, talvez até alguma cultura (desportiva?) e outros predicados inexplicáveis.

Se uma sociedade com poder quer e constrói um povo assim, quem sou eu para impedir?

Termino que a conexão obrigatória para os mais desatentos: foi por aqui, por este caminho de manipulação das mentes que iniciou a destruição do meu Clube. Foi por aqui meus caros, por aqui e ninguém quis perceber até que já era tarde demais…

O mundo agora é dos totós, acéfalos e fanáticos que vivem dependentes de alimentação diária para a mentes obtusas e nas mãos de uns quantos. Mas vivem felizes, quero eu acreditar!

Sejam felizes!

Page 1 of 4

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén