Categoria: Eleições Page 1 of 2

AS VIRGENS DO I-VOTING!

Mais uma semana, mais um jogo em casa e, surpreendentemente, mais uma vitória. Desta vez contra o Moreirense por 1-0!

Esta semana ficou marcada por um evento onde Frederico Varandas e Rogério Alves aproveitaram para sensibilizar os representantes de 120 núcleos para a necessidade de implementar o I-Voting para eleições e referendos (figura que não existe nos nossos estatutos), deixando a estes, os núcleos, o trabalho de sensibilizar os mais velhos…

Informaram também que iriam entregar uma proposta de alteração de estatutos com algumas alterações mas creio que não chegaram a apresentar nenhuma.

Todos os que me leêm no Banco de Suplentes e/ou que me seguem no twitter, sabem a minha posição sobre o I-Voting e sobre esta reunião.

A reunião é uma vergonha!!!! A maioria dos Sócios do Sporting não está ligado a nenhum núcleo e não permitir que os sócios podessem estar presentes para poderem ser esclarecidos é mais uma medida descabida desta Direcção.

Do que têm medo? Que os sócios façam perguntas incomodas? Que Frederico se babe a responder ou que Rogério gagueje na altura de dar um esclarecimento? É UMA VERGONHA!!!! Uma vergonha a desconsideração que fizeram à maioria dos Sócios! Espero que saibemos dar uma resposta à altura destes senhores!

Relativamente ao I-Voting, ou a possibilidade de votar através da internet (em qualquer lugar), esta hipótese foi defendida a primeira vez pelo Movimento Sou Sporting como meio de trazer mais participação às AGs, pois permitiria que os sócios fisicamente distantes de Alvalade podessem participar nas eleições!

A ideia gerou debate nas redes sociais e logo foi agarrada pela actual Direcção do Sporting Clube de Portugal, prometendo a por em prática o mais rapidamente possível…

Dos mesmos que nos trouxeram os Códigos de Identificação nos votos, que criaram as votação durante os periodos de debate, que limitaram os periodos de inscrição para intervir (não os tempos de intervenção, que isso está previsto no regulamento), que recusam votar requerimentos, propostas e actas e outros atropelos à Democracia Interna, serão os mesmos que irão implementar este “método de votação”.

Só para relembrar porque sou contra:
1 – o processo de votação e contagem é totalmente opaco já que ocorre dentro de um computador;
2 – O controlo e monitorização da votação é feito por entidades terceiras contratadas pelo Clube e sem possibilidade de contraditório, uma vez que o sistema não pode ser auditado por técnicos independentes!
3 – Maior possibilidade de “sequestro” do voto, uma vez que as condições de votação não são iguais para todos, como acontecem na votação presencial em urna;
4 – A individualidade do voto pode ser posta em causa, com uns a poderem votar pela vez dos outros (Até pessoas de outros clubes poderiam votar);
5 – Os cadernos eleitorais são controlados pela MAG que desde a última eleição deixou de ser independente, já que é eleita na mesma lista do CD;
6 – As Listas não poderão ter quaisquer representantes seus a fazer a “vigilância” do acto eleitoral;
7 – Existe muita desconfiança nestes sistemas e são poucos os paises que o utilizam (O Caso mais conhecido é o da Estónia onde a participação não aumentou!);
8 – As eleições passam a ter de acontecer em vários dias!

Não consigo entender que necessidade existe em substituir um Sistema que é conhecido por todos e que até uma criança de 10 anos pode controlar. Nem mesmo a razão da maior participação cola, uma vez que já existe o voto por correspondência que permite a todos os que vivem fora de Lisboa a possibilidade de votarem!

O Sistema actual é perfeito? NÃO! Pode ser muito melhorado? HELL YEAH! Deveriamos testar uma eleição com mais locais de voto? Claro que sim! Por exemplo uma urna em cada Distrito!

Mas não é isso que vai acontecer… O que vai acontecer é mais uma vez a perda da Democracia Interna e o enfraquecimento da voz dos Sócios. E não se admirem depois que a Dinastia Varandas se prolongue ad eternum no poder!

E nessa altura talvez assista às Virgens do I-Voting a transformarem-se repentinamente em Viuvas dele mesmo!!

Não brinquem com a vossa responsabilidade e rejeitem qualquer hipótese de diminuição da importância do Sócio no Clube!

Saudações Leoninas!

PALAVRA DE HONRA

Se pedissem para definir o homem Frederico Varandas diria que é alguém de palavra de honra!

Cumpridor das suas [não] promessas, visionário das suas ideias e é alguém que tem, imagine-se, como seu maior inimigo a contradição. As palavras não são o seu forte, só por si, mas, esta coisa de gravarem o que diz não o tem ajudado nada!

Vejamos, em vídeo, alguns episódios de Frederico Varandas:

JOSÉ PESEIRO

O treinador certo que acabou despedido por Frederico
Varandas

AS MODALIDADES


Frederico Varandas critica as modalidades do SCP

SPORTING TV


A Falácia da Liberdade – Episódio 1

SPORTING LIVRE


A Falácia da Liberdade – Episódio 2

SPORTING CAMPEÃO

Frederico Varandas acreditou e acredita que fará o SCP campeão

A MAIORIA DA SAD

A [não] venda da SAD do SCP por Frederico Varandas

RECORDE DE VENDA DAS GAMEBOX


VARANDAS AVISA: “ESTAMOS A BATER RECORDES NO MERCHANDISING, BATEMOS NA VENDA DE GAMEBOX E MUITOS OUTROS VÃO CAIR”

A EXPULSÃO DE BRUNO DE CARVALHO

A tal PENA DE MORTE

Depois de vermos os vídeos não temos dúvidas que estamos perante um homem de palavra de honra, pessoa de bem e ideal para liderar o grandioso SCP ou será que alguém tem dúvidas?

Para onde caminhamos Sporting CP?

Louve-se o homem que não quis a pena de morte, o mesmo que quis uma Sporting TV com comentadores com direito à sua própria opinião e um Clube livre!

É Frederico Varandas o presidente do SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!

Todos os episódios relatados nesta crónica são reais, por isso, recordo as suas palavras que resumem tudo isto:

Frederico Varandas garante que acabou o tempo de o Sporting ser um “circo” e alvo de “chacota”

Sobre Frederico Varandas, palavra de honra, nunca mais quero escrever…

Saudações Leoninas

EIS O NOVO SCP DO MITO

Criámos a ilusão de uma possível reversão no actual estado do SCP e nunca percebemos que a caminhada estava a chegar ao fim…

Os mitos foram chegando e de braço dado com os chavões foram adornando as mentes e criando novas realidades paralelas. Nunca em vão!

E eis que chegamos ao ponto de ver um SCP que tem um PMAG que não cumpre os Estatutos, o Regulamento das AG´s porque a sua interpretação é contrária ao que é aplicável e assume-o, primeiro na última AG e depois na televisão. Brilhante!

Voltemos aos mitos. Criou-se, depois da famosa campanha televisiva e “jornaleira” o mito do “velhotes” que dominavam as AG´s e que era preciso 1 Sócio/ 1 Voto. A alicerçar essa teoria foi fundamental a divulgação da últimas eleições com João Benedito a ganhar nos Sócios mas a perder nos votos. Repito: Não foi em vão! Nunca nada é em vão!

Na mais recente AG fiquei com a ideia que a votação chumbaria o Orçamento, mas, mais uma vez, depois de uma cena de diversão (grave) e com a AG suspensa há uma contagem e um resultado inequívoco!

O novo mito implementado é ainda mais surreal. Querem passar a ideia que são os Sócios que vão decidir a expulsão de BdC e Alexandre Godinho, quando, alegadamente, tudo já está arrumado e resolvido. Mas, para que não existam percalços, ainda usam estratagemas para reforçar o destino final e falo-vos do Jornal Sporting e da abertura das urnas de voto sem que os visados sejam ouvidos, coisa já testada e com sucesso num passado recente.

A verdade é que os Sócios não têm a palavra, servem apenas para pagar as quotas e vão caindo um a um com expulsões e até já há quem defenda que uns tais Leais devem de ser expulsos do Clube, cumprindo assim, o ADN de elite que muitos sonharam para o SCP. Pode ser tudo menos um Clube do povo!

Estamos a caminhar para o fim. Obviamente que os expulsos vão ver a sua sentença confirmada pelos Sócios e a paz nunca mais existirá nem com a bandeira de #UnirOSporting. Mitos urbanos. Falácia rural, perdão, plural.

Sábado, se não for barrado sem motivo aparente, lá estarei na AG para ver com os meus próprios olhos a teatralidade, a ousadia e a arrogância do poder instalado no SCP que continuo a achar que é mais um mito ao dizer-se que foi eleito democraticamente pelos Sócios. Eu, por tudo o que já vi, tenho muitíssimas dúvidas.

Um Clube que não respeita quem o defendeu, quem o destacou e que deu resultados positivos só pode estar subvertido, refém ou sem saúde mental. Vale o que vale e até pode ser por outra razão, no caso, financeira, mas, então, não falem ao coração dos Adeptos e dos Sócios com esse paralelo, constante e cerrado ataque ao seu passado!

Tudo vai morrendo lentamente até que a verdadeira história seja um dia contada ou, talvez, nunca chegue ao conhecimento público. E como dizem no desporto-rei, o futebol é momento… Sabemos que a memória se vai apagando em cada um de nós e essa é uma preciosa ajuda.

Até sábado e para terminar digo-vos o seguinte: Até prova em contrário, ainda estou para perceber porque chegamos aqui, como deixamos e quem tem interesse nisto tudo. O SCP não será e eu também não!

Temos um novo SCP do mito!

Saudações Leoninas

ESTAMOS A MUDAR O RELVADO

Estamos a mudar o relvado, o título, é apenas uma figura de estilo, portanto, em sentido figurado, que espelha bem (ou pretende) o actual momento que vivemos no Sporting CP.

Não é, claramente, um apontamento ao relvado físico do estádio, que, em boa hora, foi solucionado pela anterior Direcção. Até isso ficou resolvido e fechou-se a torneira para quem tanto lucrava anualmente.

Este relvado é um quadro (diria quase médico…) da actual saúde do nosso Clube que vê, quer se queira ou não, uma limpeza com o passado.

Mas agora ninguém se importa… E só há gente de bem!

Fenómeno Leonino

Chamar-lhe-ia, como já o fiz, de Fenómeno Leonino:

– No passado antecipou-se a Gala um dia e foi o dilúvio. Agora não há Gala…

– A Comunicação, em nova versão, tem uma característica linda e o ADN assinalável com um F******

– Há jogadores em saldo e a variável são os oferecidos ou dispensados. Não dar exemplos porque é sobejamente conhecido.

– O aumento das Gamebox é um não-assunto (para alguns).

– Estamos a desinvestir nas modalidades todas para apostar tudo no basquetebol, fazendo desta modalidade a menina dos olhos do Clube. (Isto porque não existia).

– E no próximo ano vai acontecer a maior limpeza de sempre de Sócios do Clube, em especial, os que tenham alguma ligação ao passado, seja ela emocional ou efectiva.

– E, tipo cereja no topo do bolo, temos um presidente do Clube que é especialista em contradição e em comunicação atabalhoada e que, ainda assim, ninguém cobra as promessas e as campanhas que fez e em que agora se esconde atrás do silêncio.

Hoje estará na Sporting Tv para falar, certamente, das AG´s e do aniversário do Clube.

Relvado em fundo, mudança em prioridade!

Em suma, e voltando aos sentido figurado, estamos a mudar a casa ou o relvado para uma nova época que promete e muito, mas pela negativa.  

Adeus modalidades ganhadoras, imagem de marca perdida, adeus Sócios com opinião contrária. Adeus atletas de referência, uma mística que se dilui no vazio, e adeus o cumprimento dos Estatutos como já aconteceu desde 23 de Junho de 2018 e nas AG´s que se seguiram.

Estamos a mudar o relvado e a casa, os princípios e a verdadeira essência, por isso, chamo-lhe o fenómeno leonino, relvado ou outra coisa qualquer, só porque, ao que parece, não ter significância para os Sócios e Adeptos, como, naturalmente, e expectável, não tem para a Comunicação Social que prefere promover o bambino Félix e esconder ou aliar-se do que se passa no Sporting, mais uma antítese, comparável com os tempos da anterior Direcção.

Mas ainda sobra tempo para mais uma verdadeira e superior cereja no topo do bolo, falo-vos do homem-estátua, que deu uma entrevista surreal passando uma imagem atípica mas condizente com a actualidade do Universo Leonino, de gente de bem e de quase, quase ou de ses ou ainda de F******…

Quando o relvado estiver mudado, e será já no próximo ano, não se queixem pois avisos não faltaram.

E sobre as AG´s esperem pelas surpresas!

Saudações Leoninas

SOU DO TEMPO EM QUE VÁRIOS TEMPOS ATRAVESSARAM O MEU TEMPO!

Eu sou do tempo, recente, em que éramos feitos de silêncios nos cafés, do tempo em que não víamos as crianças equipadas à Sporting irem para a escola. Em que poucos adeptos viam as modalidades porque se dispersavam por pavilhões, muitas vezes, com poucas condições e distantes de Alvalade.

As coisas foram mudando…

Vi, nos últimos anos, nos cafés, mais Sportinguistas do que nunca com orgulho de serem do Clube, vi, também, com regularidade, muitas crianças vestirem as camisolas do Sporting. Vi muitas vezes o estádio cheio e uma vibração que não consigo traduzir por palavras.

Uma vez, pelo menos uma, lembro-me bem, no programa Juízo Final, que já não existe, dei um cartão verde aos Sócios e Adeptos do meu Clube com um reparo: para seremos campeões, primeiro, é preciso os adeptos terem mentalidade de campeão!

Expliquei a minha teoria que consistia por defendermos o nosso Clube e quem o representava, em todas as circunstâncias e em todos os lugares, cafés inclusive. Teríamos que, primeiro, ser campeões na exigência e no compromisso com o Sporting defendendo-o como se defende um filho. Ajudá-lo a crescer. Para depois sim, estarmos preparados para essa condição que há tantos anos almejamos sem sucesso.

Senti-me perto, muito perto, de ver o Sporting campeão, mas, estranhamente e por explicar, acabou por perder o campeonato para o Benfica.

Senti que, talvez fruto do entusiasmo de algo nunca vivido, estávamos no rumo certo e que chegaríamos lá. Fiquei na expectativa que também a justiça desportiva explicasse e corrigisse, se fosse caso disso, o que errado e ilegal tivesse acontecido nesse campeonato.

Hoje tenho a consciência ou a convicção que nessa época foi traçado um longo futuro que agora se cumpre em pleno. Agarrados ao ego e aos bons costumes voltamos ao progressivamente aos velhos tempos dos silêncios e da chacota em que os Sportinguistas vão desaparecendo porque não acreditam na Justiça, seja desportiva ou civil, vão perdendo a força e deixam morrer devagar a chama que outrora tiveram.

Há, agora, um Hitlerismo no Sporting, que quer aprimorar a raça de Leão, que quer criar um elitismo e um hábito de festa como se o futebol não fosse um desporto do e para o povo.

Filtram, pelo aumento do custo para os Sócios, que querem apoiar o Clube abrindo um fosso entre quem quer e quem pode.

Chamaram a isto #UnirOSporting!

Preferem os Adeptos com poder para assistirem ao espectáculo, os bem comportados, os chamados de bem, os que sem criticar pagam a sua ajuda, mas, em momento algum, fazem ruído ou manifestam sem medos o que pensam. O momento é de paz, usam a frase como uma senha e um slogan como se fossem regressados de uma guerra sem igual.

Não que a guerra não tenha acontecido. Aconteceu. Mas foi uma guerra de mentes perversas, já o disse, apenas afectou o Sporting. Beneficiando outros clubes e alguns personagens da nossa praça e não só…

Eu sou do tempo do nada, do quase e do agora.

Agora, com a bandeira de uma Taça que nada valia e de outra que deveria ter sido ganha no ano anterior, vemos jogadores dados, vemos negócios prejudiciais e outras coisas que ninguém ousa falar porque há um único alvo a abater.   

E estamos perto de duas AG´s para UNIR O SPORTING.

Ninguém explica as saídas gratuitas dos atletas, os gastos abusivos, a nova comunicação do Clube e os silêncios que se parecem com aqueles dos tempos dos cafés…

Como ninguém explicará, quando voltarmos ao passado, como ali chegamos!

Eu sou do tempo em que vários tempos atravessaram o meu tempo…

CRÓNICA AUTO EXPLICATIVA

“E se de repente um desconhecido lhe oferecer flores, isso é Impulse”

Quem não se lembra deste spot publicitário dos anos 80? Talvez os leitores mais novos, mas eu que cresci nos anos 80 e lembro-me bem.

impulse

Uma mensagem para ser “passada” para o público tem que ser repetida um sem número de vezes, para que os consumidores se recordem da marca, do produto ou do serviço publicitado, para que no momento da compra haja aquele fator de confiança, de familiaridade, que torna a decisão mais fácil para o comprador e favorável a quem comunicou.

No fundo, sempre que tomámos uma decisão de compra estamos a fazer uma escolha, escolhemos a marca A em vez da B, como se de uma eleição se tratasse.

Algumas marcas, em algum momento, tiveram a “sorte” de fazer um spot que fica na memória, como é o caso da que referi logo de início, seja porque destaca-se de todos os demais devido à imagem forte e marcante, seja pelo jingle, seja pela “assinatura”.

Na minha memória ficará, também, a última da assembleia geral da Sporting SAD realizada no dia 26 de outubro. Neste caso, não a recordarei pela mensagem, ou pela imagem passada ter transmitido força, mas sim pelo jingle que foi repetido várias vezes.

Devem neste momento estar a pensar: “mas que raio está o Nuno a dizer? Houve quem cantasse um jingle durante a AG?” Não, ninguém cantou um jingle, mas lá que parecia um refrão repetido vezes sem conta, parecia.

Foram 6 os pontos colocados à votação dos Acionistas, e sempre que era dada voz ao proponente, sendo que neste caso estamos a falar de Frederico Varandas, este repetia o refrão “a proposta é auto explicativa”.

Ora, para quem queria “vender” o seu produto, obtendo o voto favorável dos Acionistas presentes, pareceu-me muito pouco conteúdo, para matéria tão importante.

Se Frederico Varandas estivesse numa prateleira de uma loja, com aquela forma de vender a sua ideia, de certeza que seria na prateleira que continuaria. As empresas publicitam os seus produtos porque nada é “auto explicativo”. Frederico Varandas devia de transmitir as suas ideias, as razões das suas escolhas e não referir-se a estas, como sendo “auto explicativas”, chutando para canto as explicações e as perguntas dos Acionistas.

Algumas empresas quando estavam “lá em cima”, no topo do mundo, tiveram este tipo de atitude, algumas gigantes como a Nokia ou a Kodak pensaram que as suas propostas eram “auto explicativas” e que não precisavam de responder às necessidades dos seus clientes.

Em minha opinião as perguntas de Sócios ou de Acionistas, ou as próprias propostas da Direção, devem ser explicadas exaustivamente, pois cada Sócio ou Acionista merece todo o respeito, mas parece que para Frederico Varandas não. Eu pelo menos tentei explicar porque é que dei o nome de “crónica auto explicativa”.

Um abraço de Leão

Nuno Sousa – Sócio 9.575-0 desde agosto de 1981

OS SÓCIOS PRECISAM DE EXPLICAÇÕES!

O ORÇAMENTO

Sempre pareceu muito “curiosa” a forma como a MAG, o CF e a CG resolveram anular a Assembleia Geral de 30 de Junho, que pelos estatutos era obrigatória, como podem verificar na imagem abaixo:

art32.png

Ou seja, pelo que está neste artigo, o Orçamento teria de ser mesmo apresentado até 15 de Junho à MAG, que teria de o levar a uma AG, marcada para o efeito para o aprovar.

A desculpa foi que como seriam feitas eleições a 8 de Setembro, quem quer que fosse eleito teria de apresentar o seu Orçamento, em vez de viver com um que não era seu. Até lá, garantiram-nos que o Clube seria gerido por duodécimos.

O RELATÓRIO E CONTAS

Fazendo um fast forward chegamos a 8 de Setembro e o Dr. Frederico Varandas é eleito. Hoje são 10 de Outubro e ainda não foi apresentado e votado o Relatório e Contas como mandam os estatutos no seu artigo 33º:

art33.png

Este artigo diz que o Relatório de Gestão e Contas dos Exercício tem de ser apresentado até 30 de Setembro à MAG. Este prazo é dilatado em 15 dias no ponto 4 deste artigo, ou seja até 15 de Outubro.

O mesmo ponto 4 estipula que o incumprimento do prazo de apresentação do Relatório e Contas e da Apresentação do Orçamento determina a cessação imediata de todos os mandatos dos seus membros, ficando estes impossibilitados de se candidatarem.

art33-2.png

Podem agora perguntar: Então mas isso significa que A Direcção eleita e presidida pelo Dr. Varandas, como não apresentou o Relatório e Contas no prazo estipulado será destituída?

A DÚVIDA

Claro que não! Se recorrermos aos estatutos encontramos o artigo 65 que estipula o seguinte:

art65.png

Sempre que hajam eleições nos 3 meses anteriores aos prazos mencionados nos artigos 32 e 33, esses prazos consideram-se prorrogados para 3 meses após a tomada de posse dos órgãos!

É lícito questionar: Então o CD presidido pelo Dr. Varandas está salvo correcto? Resposta: à primeira vista parece que sim. Mas, há a dúvida. Verifiquemos o historial deste artigo:

Em 17 de Fevereiro tivemos uma AG para alterar os estatutos. Deixo-vos o link da convocatória do site do Sporting para que possam confirmar o que se segue.

Quem assinar o jornal do Sporting também pode verificar na edição de 8 de fevereiro, anterior à AG, onde saiu a convocatória da mesma, o anexo à mesma onde constam todas as propostas de alteração.

Relembro aos mais esquecidos que essa peculiar AG viu serem votados os estatutos por voto secreto na globalidade e sem direito a apresentar qualquer proposta de alteração por parte dos associados, uma vez que o debate deste ponto foi feito em simultâneo com a votação, impedindo assim, que se pudesse propor quaisquer alterações fossem elas novas ou mesmo às já apresentadas e constantes no anexo à convocatória!

Nessa AG, foram aprovadas as alterações propostas aos estatutos! Vejamos o que foi proposto para o artigo 65, que na altura era o 67 (a renumeração ficou a dever-se à eliminação dos artigos 61 e 62 que eram sobre o Conselho Leonino)?

art67.png

No Portal Justiça também é possível ver as alterações propostas na convocatória e sem surpresa, reparem que o artigo 65 (prorrogação de prazos) está sem alteração, a não ser que mudou de 67 para 65:

mj3.png

portMJ.png

Curiosamente a redacção deste artigo menciona os artigos 32 e 35. Então como é possível que não havendo proposta de alteração aprovada em AG, meses mais tarde a redacção do mesmo apareça alterada e ainda por cima de forma muito conveniente?

Como é possível que no dia 4 de Julho no Cartório notarial de Lisboa, perante o notário Rui Manuel Justino Januário, tenha sido lavrada a escritura da alteração dos estatutos com o seguinte registo:

Cart_not.png

Reparem que sobre o artigo 65º somente refere que era o antigo 67º.

O que é que isto quer dizer? Os Sócios gostariam de ouvir as pessoas envolvidas neste assunto explicarem como é que um artigo que não teve nenhuma proposta de alteração aparece alterado nos novos estatutos! Como é que passámos da referência ao 35 para o 33?

Todos os documentos utilizados são públicos e podem ser consultados. O registo notarial dos estatutos novos pode ser encontrado aqui  pesquisem por Sporting Clube de Portugal e vejam esta entrada:

mj2.png

Creio que está na hora dos Sócios terem explicações!

Os Sócios precisam de explicações!

 

#UNIR O SPORTING

Eis o lema da Candidatura do Dr. Frederico Varandas – Lista D – vencedora das eleições 2018 no Sporting CP.

Hoje escrevo-vos com um novo Presidente apossado, mas, que, é imperioso perceber o que mudou:

  1. Os Números & Percentagens
  2. As Mensagens
  3. A ConclusãoResultado.jpeg

1. Sobre os números & percentagens importa perceber algumas coisas:

22.400 – Sócios votaram neste sábado de 8 de Setembro de 2018

106.367 – Foram os votos apurados para este escrutínio

445 – Sócios (1,99%) votaram em Branco

2350 – Os votos em Branco destes 445 Sócios

88 – Sócios (0,39%) foram votos nulos

328 – São os votos (0,31%) desses 88 Sócios que votaram no nulo

9.735 – São os Sócios (43,46%) votantes na Lista AJoão Benedito – “RAÇA E FUTURO”.

39.187 – São os Votos (36,84) apurados para a Lista A

8.717 – São os Sócios (38,92%) votantes na Lista DFrederico Varandas – “UNIR O SPORTING

45.019 – São os Votos (42,32%) apurados para a Lista D

2. E quais foram as diversas mensagens que retiramos – mais óbvias ou mais discretas – deste longo dia?

  • Um recorde incrível (22.400) de Sócios votantes. – Qual será o Juiz que terá a coragem de anular estas eleições? Dizendo, claramente, que todos estes Sócios perderam o seu tempo numa eleição que, por ser impugnada, foi anulada por si! Claro que, se forem encontradas ilegalidades, não só pode como deve agir em conformidade!
  • O vencedor destas eleições – Dr. Frederico Varandas – não foi o candidato que teve mais Sócios (8.717) – perdendo para João Benedito que teve (9.735) – numa clara dupla mensagem: Cuidado que o João Benedito é um Presidente de “Raça e Futuro” pois tem os votantes mais novos e está “à perna” de Frederico Varandas. Presidente eleito: “Porte-se bem!”
  • O anúncio da tomada de posse aqui antecipada – em 24 horas – com uma estranha urgência. aqui.
  • O “menino abandonado”… Foi estranho ver, ao meio da tarde de sábado, dia de eleições, o candidato João Benedito sozinho no Algarve a ver a final da Supertaça em Futsal que o Sporting CP ganhou por um expressivo e recorde de 11-0 ao Fabril num jogo realizado em Loulé.
  • As declarações (contraditórias e premonitórias) de JMS durante o dia sobre o VOTO em Branco. Inicialmente havia essa possibilidade para os sócios, por fim, nas próximas eleições essa hipótese já seria contemplada…
  • A maior mensagem tentada foi a de estarmos num processo de fecho de ciclo de Bruno de Carvalho e a abertura de um novo ciclo chamado Frederico Varandas em que a solução imprescindível é UNIR O SPORTING.

3. A Conclusão

a) – 8 de Setembro de 2018 marca, definitivamente, a história destes 112 anos de Sporting Clube de Portugal. Muitos não entenderam ainda o seu significado. Não fechou um ciclo, nem abriu outro.

b) – Alguns números – todos rectificados posteriormente – assumem uma menor dimensão e destaco os votos nulos e em branco.

c) – Acredito na Justiça e considero que esta via ainda não está fechada e devidamente esclarecida. Só depois é possível Unir o Sporting!

d) – O Presidente eleito é controlado e a curto prazo pode ser substituído por Benedito – eleitorado mais jovem e em maior quantidade.

e) – A antecipação da tomada de posse em 24 horas e para um domingo revela alguma urgência na conclusão do processo e quer produzir efeito.

f) – Que mensagem quis João Benedito passar ao estar em Loulé sozinho em dia de eleições?

g) – Para muitos que acompanharam as eleições devem ter estranhado ou criado alguma confusão por causa das declarações de Jaime Marta Soares sobre os votos em branco e os nulos. Não sei se foi alguma premonição de que em breve outras eleições irão acontecer ou se foi um desfalecimento intelectual que originou algum conflito de consciência, mas que não foi lógico, não foi…

h) – E creio, como o disse em momento muito antecipado e a quem o deveria ouvir, todo este enorme projecto fechará o ciclo no fim da presente época para sagrar o Sporting CP como o campeão de futebol profissional masculino.

Todos sabemos que é o futebol que manda na sociedade e não é a sociedade que manda no futebol e que um golo faz a alegria do momento ou que um título tão ambicionado apaga as memórias, traduz as liberdades e refaz a democracia a contento.

Esperemos então para vermos se tudo foi normal ou não, embora tenha uma tese sobre tudo isto em que vivemos nos últimos meses na vida do Sporting, sempre espero por esse tão ambicionado título no futebol pois é o único com o condão de UNIR O SPORTING e certificar a minha tese!

Só depois o ciclo estará fechado.

MANHÃ SUBMERSA…

A manhã de nevoeiro. Por manhã entende-se o princípio de qualquer coisa nova — época, fase, ou coisa semelhante. Por nevoeiro entende-se que o Desejado virá “encoberto”; que, chegando, ou chegado, se não perceberá que chegou.

Fernando Pessoa

A manhã para mim acorda enublada! Hoje é dia de eleições no Sporting Clube de Portugal e, para mim, que me chamam de «Brunista», «Brunete», etc. é um dia triste, cinzento e indefinido. Porquê? Porque simplesmente impediram o meu candidato de ir a votos.

Estamos em democracia?… Não, não estamos. Se de facto Bruno de Carvalho foi tão mau e errou tanto como dizem, qual o medo de o deixar ir a votos? É esta uma atitude inteligente ou cobarde? Só pode ser cobarde. Porque se a realidade é como a pintam, então estariam à espera que BdC fosse afastado de vez com uma votação ridícula. E acabavam de vez com o fantasma. Fará sentido?…

Ou é o fantasma dos 40 a 46% de «nenhuns», «branco» ou «nulos das sondagens que os fez impedir a todo o custo que BdC fosse candidato? Nunca saberemos.

Não percebo. Ou se calhar percebo bem demais. Hoje não estou aqui com leituras ou análises comparativas do que a comunicação social faz ou deixa de fazer.

Hoje estou aqui com muito pouca vontade de olhar para o futuro do meu clube. E não quero saber do que escrevem ou pensam. Para muitos dos que andam pelas redes, a maioria dos apoiantes de Bruno de Carvalho são «doentes», «maluquinhos das teorias da conspiração», «cegos», etc. A esses respondo com o tempo. O tempo encarregar-se-á de tudo. Sempre assim foi e sempre assim será.

Hoje é dia de eleições no meu clube e qualquer um que ganhe não é o meu candidato. Não compro a opção «o menos mau». Nenhum deles me inspira confiança. Um clube como o Sporting não se pode contentar com «o menos mau»!

Já tudo foi dito e falado nestas semanas sobre os candidatos. Quando temos um Álvaro Sobrinho a e um Rui Pedro Braz a aconselharem o voto em Varandas ou Ricciardi, está tudo dito da «qualidade» destas eleições. Quanto a Benedito… Quem conhece o Sporting e a sua história, sabe bem o que ali está. Mas, se formos a ver bem, as diferenças entre eles não são assim tão grandes. E, depois das eleições, veremos as surpresas que nos aguardam.

A partir de amanhã creio que vamos ser meros espectadores de algo «cozinhado há muito». Para mim, amanhã, é o que alguns pensam ser o derradeiro golpe. Temo pelo meu Sporting. Mas não esqueço: uma leoa só baixa a cabeça para beijar o símbolo que traz ao peito. Como tal, a luta pela verdade é para continuar!

O LADO B DOS CANDIDATOS EM 6 FAIXAS

1. FILMA AÍ A FIVELA

Um tema de Frederico Varandas. Nesta música mostra como é o aproveitador do escândalo de Alcochete e um dos principais culpados das 3 últimas derrotas do Sporting Clube de Portugal. Que é um homem que “abandonou” o navio como um cobarde, como fazia no Afeganistão onde a cada ataque se colocava por baixo da primeira secretaria ou cama que houvesse perto dele.

Varandas, conhecido pela sua brilhante intervenção, sorrindo alegremente, no filme e música de “Mostra aí a fivela”, afirma que o Sporting tem que ir todos os anos à Liga dos Campeões! E diz muito bem!

Mas para isso o médico (neste caso foi ele) não pode dar o OK ao treinador para pôr jogar, nos últimos 2 e decisivos jogos, um jogador em sub-rendimento – William e outro lesionado – Piccini.

Varandas, Jorge Jesus e os seus amigos (GAJ – Grupo Amigos de Jesus – Ricciardi, Paulo Abreu, Rogério Alves, (…) ) fizeram o Sporting Clube de Portugal perder uma Taça de Portugal e cerca de 40 milhões por não irmos à Liga dos Campeões.

Este Varandas e os GAJ são uns hipócritas, e os que trabalhavam no SCP acumulam ser ainda uns incompetentes.

Este veterano de Alcochete anda a mentir, pagando almoços aos funcionários, aos cinquentenários e aos núcleos, mas não lhes disse que começou a montar este golpe quando em 2016 recupera o número antigo de Sócio ficando com -1 no final do mesmo, que só desaparece com a renumeração e esta não foi ainda feita. Mas dizem-me que já tem -0… Milagres do São Varandas…

Teve 2 anos a envenenar jogadores, equipa técnica, a comunicação social… Um verdadeiro bufo reles e difamador.

E a equipa… ou inúteis ou dos maiores culpados destes 20 anos de vergonha total como o Rogério Alves – a ponte entre os 6 candidatos, mais de Godinho Lopes, mais de Sobrinho e mais dos processos disciplinares ao CD (achava que nós não sabíamos?);

2. O NOVO BRUNO SOU EU

João Benedito canta um dos seus maiores êxitos onde mostra que é dos maiores hipócritas que já existiram no Sporting.

Lixou todo o balneário do Futsal quando começou a não ser titular, recusava entrar nos jogos se faltava pouco tempo, os treinos era à sua vontade, queria afastar o Miguel e o Nuno Dias e enlouqueceu com a vinda de Marcão.

E o episódio da ida para Espanha e toda a fita dele associada?

E o ter quase assinado pelo Benfica?

E o ter compactuando com toda a golpada com o seu amigo Rui Patrício e as suas reuniões de golpe com Rogério Alves (da candidatura do Varandas) e com Ricciardi (e seu sócio Jorge Tomé)?

Tudo sob a mesma batuta, tudo sobre o mesmo programa, mesmo inventando programas lindos e Brunistas para enganar os Sportinguistas. Este não tem capacidade, inteligência nem equipa para fazer seja o que for. Mas tem o apoio do Carlos Severino…;

3. A FORMIGA CHORONA

Este êxito de José Maria Ricciardi mostra que ele é a formiguita mais chorona que já vi em 46 anos de vida.

Na sala da Direcção colocou-se de joelhos aos meus pés, a chorar, pedindo desculpa por todo o mal que fez ao Sporting, ajudando e acreditando em pessoas como Roquette, Dias da Cunha, Soares Franco e Godinho Lopes.

Depois, a chorar, ligou ao zé do catering a pedir por amor de Deus para ir com ele a eleições. Ricciardi é o menino chorão das eleições…

Ele chora, chora… E em cada situação, em que se sente apertado, ou chora ou mente.

De choros já temos exemplos e de mentiras já vai apanhado em pelo menos 3: Rui Patrício, Adrien e NOS…

Depois a sua equipa é miserável!

O bebé chorão da voz grossa não tem ponta por onde se pegue. Mas tem o apoio do Dionísio Castro, do Madeira Rodrigues, do Roquette e do Catroga…

Depois de fechar o Golpe contra mim envolvendo JJ / Varandas / Rogério Alves / Álvaro Sobrinho / Benedito – arranja duas mega campanhas – uma anti Brunista e outra Brunista.

E a vontade de vitória era de ser o Varandas, o Benedito era a marioneta em seguida. Mas Varandas não convence o eleitorado e Ricciardi (o não banqueiro desempregado – tudo onde meteu a mão deu biliões de prejuízo e pesado – BES / BESA / HAITONG) avança. E dá toda a vantagem a Varandas – Rogério Alves, os Sampaio, Miguel Albuquerque, os GAJ, e agora o “assediador de meninas filhas de elementos do Governo actual com 19 anos – Diogo Orvalho – que de repente com a Golpada resolve o seu problema político e passa a ser um advogado da PLMJ…

Mas Ricciardi descartou os mais novos e fez a aposta toda numa Golpada mais nos votos por correspondência e nos votos dos mais velhos.

Sobrinho, um homem com problemas com a Justiça em todo o mundo, vem a público ontem e faz o seu trabalho: ignora Dias Ferreira e Benedito, pois são os Brunistas da “ordem”, e diz que só existem duas campanhas que apoia: Varandas e Ricciardi e que pensando bem prefere Ricciardi.

Um Golpe duplo… para os mais velhos ele jorra dinheiro e o Sporting precisa sempre disso. Para os novos é tóxico e vão para o Varandas… Agora os dois que se entendam.

Ele manda nas 6 candidaturas por isso, para Sobrinho, tanto faz. Ele apenas encena os actores que têm de ser convincentes e fazer o seu trabalho.

4. JÁ SÓ ME FALTA SER O PRESIDENTE

Uma música de Dias Ferreira que, com 71 anos, mostra que nem uma lista a sério conseguiu fazer. Tem 2 bons elementos e depois foi buscar os traidores, inúteis e mentirosos: Luís Loureiro, Jorge Sanchez e Luís Natário… Uma ex-funcionaria Helena… e por fim o agente de cantores Rui Campos, pois diz que conhece os Núcleos e as Claques… Isto se não fosse sério tínhamos de rir.

Depois colhe o apoio do Zé Cabra da reestruturação Carlos Viera e dos seus 4 acólitos a quem foram prometidos lugares na SAD e na Comissão Executiva. Afinal Roma paga a traidores incompetentes.

Conclusão: Socorro!

5. O INTERIOR

Cantado por Fernando Tavares Pereira mostra que este tinha 2 trunfos: Fernando Fernandes que desistiu de o apoiar e o advogado de Rafael Leão que acabou por rescindir com o Sporting e ter de sair da lista…

Conclusão: Nunca se devia ter candidatado.

6. O REBELDE

Cantado por Rego, mostra uma lista péssima e um programa cheio de chavões. É um novo modelo de Zeferino Boal mas num modo mais rebelde (de aspecto). Quando entregou a candidatura nem as assinaturas tinha…

Conclusão: Nunca se deveria ter candidatado.

AVALIAÇÃO FINAL

Como já se disse num programa de TV os 7 (agora 6 candidatos) cantores não dão 1 (Presidente) disco…

 

 

Page 1 of 2

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén