O título da crónica de hoje é roubada à obra de Gabriel Garcia Marques com o mesmo nome.

O livro conta, em forma de reconstituição jornalistica, o assassínio de Santiago Nasar pelos irmãos Vicario, sendo que o leitor fica a saber desta ocorrência, logo no início.

E o que é que isto tem a ver com o Sporting?
Incrivelmente tem tudo…

Depois deste empate no Boavista, em que não voltámos a não jogar um piço, a Direcção começa a ter margem de manobra muito reduzida!

Os dois próximos jogos serão vitais para que Varandas continue à frente dos destinos do Clube e da SAD! Um mau resultado em Eindhoven, para a Liga Europa, fará com que o jogo, em casa, com o líder Famalicão seja de “vida ou de morte” para a actual Direcção!

Pontes não é claramente treinador para o Sporting e Varandas está atado de pés e mãos, uma vez que dificilmente arranjará um treinador que o tire deste sufoco de maus resultados.

Creio por isso que esta Direcção não conseguirá sobreviver às suas acções e, em breve, deverá haver outra “Direcção” de salvação nacional. Estou convencido que teremos uma Comissão de Gestão até Março e aí sim Rogério Alves convocará eleições para o Sporting.

O Varandas demite-se e a sua Direcção faz saber que não está na disposição de continuar, pelo que não restará ao nosso PMAG convocar uma CG até poder marcar eleições!

Juridicamente o Rogério Alves pode alegar que já aconteceu antes e que, por Outubro não ser altura para haver eleições, prefere esta solução do que a convocação de eleições. Ora como este poder, nos nossos estatutos, é descricionário e do PMAG, teremos uma CG por 6 meses, gerida por “Notáveis” Sportinguistas, dispostos a “salvar” o Sporting.

Pelo menos essa será a desculpa oficial… Creio que, dependendo da composição desta CG, que esta não passe de uma lista encapotada, que terá 6 meses para endireitar o Sporting e depois concorrerá às eleições colhendo os louros do trabalho realizado!

Claro que esta Direcção ainda tem uma carta na manga… Um Hail Mary como lhe chamam os americanos… A recompra das VMOCS!

Se Varandas conseguir este desiderato ganha para aí mais 6 meses de vida! Mesmo que as vitórias no futebol não apareçam… Mas isso significaria que Mesa e Direcção do Clube estariam de costas voltadas… O que, do ponto de vista estritamente político, seria muito interessante.

Já o escrevi antes e quero voltar a afirmar. Sou totalmente contra a possibilidade do Varandas não levar o mandato até ao fim. E não são os resultados negativos que me vão fazer mudar de ideias!

Será interessante analisar a capacidade de sobrevivência desta Direcção e verificar se a história da “morte” é de facto manifestamente exagerada.

Saudações Leoninas.

Saudações Leoninas!