Perdemos em nossa casa com o Rio Ave! Jogámos mal que doi e em cima disso o árbitro assinalou 3 PENALTIES a favor do Rio Ave! Parece que as nossas cores só assustam mesmo jogadores do próprio clube (Para bom entendedor…)!

Claro que com mais esta derrota veio o CORO do “É PRECISO CORRER COM O VARANDAS!”. Esta malta acha que a melhor solução é uma que aparecerá numa noite de nevoeiro e salvará o Sporting Clube de Portugal das garras do Mandarim (olha mais um nome fofinho para o RA se quiserem) ou Mandarins!

Creio que encontrar um bom Presidente para o Sporting é como encontrar um Unicórnio ou o Abominável (para muitos seria) Homem das Neves ou … Vocês já entenderam. Seria como encontrar um qualquer ser mitológio / imaginário. Simplesmente não existe.

Passo a explicar:

  1. O Presidencialismo, no Sporting, é um mito que serviu para nele serem cometidas as maiores atrocidades, porque a atenção está sempre centrada na figura do Presidente. “Olhem para a mão esquerda e esqueçam a mão direita!” E por isso somos levados a pensar que um “One Man Show” é o que nós precisamos! Quando não é assim!
  2. É impossível gerir um Clube moderno dependendo exclusivamente de uma só pessoa! A Equipa é essencial, mas sem estratégia, ou Programa, um Presidente não pode nada! E é aqui que tudo começa a ruir… Um bom programa implica, no Sporting, acabar com algumas prebendas, “direitos reais adquiridos” e “voluntarismos” para ajudar que significam, na grande maioira das vezes, mais um custito monetário para o Clube.
    Ora isso leva a que muitas candidaturas apresentem programas vagos e cheios de banalidades, para depois poderem manobrar mais à vontade.
  3. As Equipas são sempre dificeis de montar e no Sporting passa por ser um exercício ainda mais dificil, pois há sempre que contar com este ou aquele nome que foi indicado por alguma facção para depois podermos contar com eles. Além do mais, alguns dos notáveis a quem se negam favores podem retribuir com um lixançozinho ou um empurrãozinho na vida profissional extra Sporting… E assim, muito há que ponderar quando se decide aceitar um convite para um Direcção do SCP. Como é possível ter equipas coesas e alinhadas com os objectivos iniciais? Pois…

Então como solucionar este “problema”?

Em primeiro temos de deixar de pensar no Presidente como alguém que expert em todas as àreas da Gestão de Sociedades Desportivas e apostar as nossas fichas em duas competências: Comunicação e Inteligência Emocional! Um Bom Presidente do Sporting tem de ter a noção que lhe vão escrutinar cada palavra e tem de ter a inteligência para responder a TODAS questões de forma estratégica. O Presidente do SCP não pode dar respostas à toa! Não pode nunca sair do guião.

A comunicação deve ser adaptada às situações e às pessoas! Para a Comunicação Social deverá comunicar de uma forma, para os Sportinguistas deverá comunicar de outra! Este Presidente deve ter voz própria (forma de comunicação directa com o Universo Leonino), numa linguagem simples, clara, de fácil apreensão (esta dica é de um amigo que não vou nomear, mas ele sabe quem é!) e nunca vaga, para que o seu discurso nunca possa ser distorcido. Um Presidente não manda “recados”! Os “recados” são trabalhos de terceiros.

Um Presidente tem de ter um Projecto Desportivo que vise SEMPRE a grandiosidade do Clube! O nosso ADN tem de ser VENCER! E para isso tem de ser competentemente assessorado nas mais variadas vertentes do projecto e seguir, à risca, o plano traçado! Ele tem de ser o garante que os objectivos são atingidos. Deve ter um discurso realista qb sem perder nunca o Orgulho e a Esperança desse discurso e lembrar-nos constantemente que o Objectivo é sempre Vencer em todos os campos e modalidades!

O problema dos Projectos desportivos é que têm de ser a longo prazo e, hoje em dia, ninguém quer esperar! Além do mais é preciso saber criar alianças e não relações de vassalagem, que resultam sempre em graves prejuizos para o Sporting. Por isso o Presidente do Sporting, tem de ter uma boa dose de cinismo! Saber dar palmadas nas costas é uma questão de sobrevivência no SCP!

Os Projectos não têm de ser realistas nos seus Objectivos, mas os seus caminhos ou táticas para atingir esses mesmos objectivos, esses sim têm de o ser!

O problema é que para se ter um Projecto Desportivo bem alicerçado e sem ser um conjunto de banalidades é preciso perder tempo a pensar o Sporting e estudar as melhores formas de se chegar a esses Objectivos… Para isso é preciso ter informação, conhecimento, tempo e vontade!

E por último, é preciso ser corajoso! Porque qualquer candidato a Presidente arrisca-se a ter a sua vida escarrapachada nos CM ou TVIs desta vida e isso, para muitos, simplesmente não dá!

Por isso caros leitores, se estão vocês mesmos a pensar em candidatarem-se ou se conhecem alguém que o queira fazer, aconselhem-no a primeiro preparar-se bem e essa boa preparação não acontece em meses… Às vezes demora anos!

Saudações Leoninas!