Mês: Julho 2019

A DESUNIÃO!

Parece que a situação que se vive hoje no Sporting Clube de Portugal é novidade para alguns.

Alguns desses que hoje pedem que se reverta a situação, foram contribuintes liquidos para a mesma, quer pela forma como se comportaram durante o mandato da Direcção anterior, quer pela forma como branquearam todo o processo que levou à destituição destes (anterior direcção) e processo eleitoral que elegeu Frederico Varandas.

Foram estes dois processos que conduziram directamente à situação que estamos hoje. Claro que a Direcção de Frederico Varandas tem feito de tudo para que não haja União entre os Sportinguistas. E os que não se reveêm minimamente nesta Direcção, têm correspondido ao repto com afã!

Neste momento é mais o que nos separa do que aquilo que nos une! Nem mesmo a exigência de vitória ou a simples cor da camisola alternativa parece ter a concordância de todos, num processo que nos afasta cada vez mais.

Do lado de lá fazem a acusação que fomos nós os dissidentes deste Sporting, justificando a nossa atitude como uma espécie de culto ao Líder ou à Liderança de Bruno de Carvalho. Reconheço-me nesta acusação em parte. Sim afastei-me mas não por causa de qualquer culto ou vassalagem a quem quer que seja, mas porque não concordo com os processos nem com a forma de gestão desta Direcção e isso, nada tem a ver com BdC.

Ou antes, tem tudo a ver, mas no sentido que ele conseguiu fazer com que o Clube crescesse, em todos os sentidos, sem sacrificar a parte económica. E isso é o seu legado mais forte que perdurará por muitos e longos anos, servindo que contraponto a todas as gestões e direcções, presentes e futuras, obrigando-as a seguir o mesmo caminho se quiserem continuar. Está provado que o caminho existe e nisto, não é possivel voltar atrás.

Poderia ter sido diferente? Sinceramente creio que sim. Tenho as minhas teorias de porque não o foi, mas o que vale é que a maioria dos Sportinguistas “aceitou” não só o processo de destituição, como um processo eleitoral eivado de ilegalidades e de democraticidade duvidosa.

Se nessa altura fiquei surpreendido com a passividade dos meus consócios, hoje percebo melhor que a “maioria” conviva bem com a questão dos votos terem código, do desrespeito contínuo dos estatutos e regulamentos internos, tudo em nome da recuperação de “Valores” que, supostamente, se terão perdido durante o mandato de Bruno de Carvalho e que agora estão recuperados por estes meios pouco claros e por quem prometeu ser transparente, em contraponto à anterior direcção.

Já não interessa a verdade! Não interessam os factos! Interessa somente esta “verdade alterantiva” que se foi criando, que não é consubstanciada em nada real, mas que pelos vistos é a “nova verdade” aceite pelo status quo que preside ao Clube e aos seus destinos. A famosa “auditoria” é uma prova disto que afirmo. Uma mão cheia de nada que nos venderam como se fosse a prova que suportaria a o mau trabalho feito pela direcção de BdC.

Querem outra? O #Cashball foi ontem arquivado pela Federação Portuguesa de Andebol.

Com tudo o que fizeram criaram e deram força a um fantasma que vai ensombrar o presente! E a cada vez que os resultados não aparecerem, a realidade ficará cada vez mais visível e o “jogo” de espelhos e sombras que foi montado para eludir alguns, acabará a descoberto e deixará de funcionar. E um dia a revolta chegará…

O tempo e a História são os maiores tribunais e um dia, sem dúvida, proferirão o seu veredicto e desse não haverá possibilidade de fugir.

Até lá continuaremos a lutar contra “os moinhos” de vento que nos dizem ser, até que um dia estes provem ser os demónios que nos assombram e nos diminuem ou que a verdade alternativa se transforme em verdade.

A ruptura, para já, é insanável e por muito que tentem, acusem e expulsem obterão o mesmo resultado. Seguiremos desconfiados e em discordância total com o status quo actual, continuando a lutar por esse Sporting de Outrora!

Saudações Leoninas.

LET THE GAMES BEGIN!

Estou muito contente. No final da semana que passou recebi, finalmente, a minha GameBox.

Pois é. Aqui o “Brunista”, “Seguidor da Seita do Expulso/Criminoso/Coreano”, “Bruminion” e todos esses nomes que apelidam a quem é contra o Varandas, comprou a GameBox e continua a ter as suas quotas em dia!

E tem isso tudo, porque não confunde a Instituição Sporting Clube de Portugal, com as suas Direcções! Sim, concordo que o Sporting é maior que todos nós. Também é verdade que qualquer Presidente deixa a sua marca no clube e este vai deixar uma que perdurará por muitos e bons anos e que demorará a mesma quantidade de tempo a recuperar. Oxalá esteja enganado e que o Varandas e todas as suas Direcções (do clube e da SAD) sejam realmente o que nos tentam vender e que no final disto tudo o Sporting saia mais forte e vencedor.

O facto de ter voltado a renovar a GameBox foi só mesmo por carolice. Ainda me lembro o entusiasmo que senti a primeira vez que a comprei… Parecem longe esses tempos.

Não vale a pena voltar a falar dessa energia que envolvia o jogos no José Alvalade XXI. Não vale a pena relembrar como acreditávamos que seria possível voltarmos a ser campeões, no orgulho imenso que era vestir a verde e branca, como se fato de gala se tratasse, para ir ver os jogos ao Estádio e apoiar a nossa equipa nesse trajecto para a glória.

À medida que se aproximava o inicio de época, começava a crescer a emoção de tentar perceber que jogadores viriam… Era já um divertimento ver os jornais avançarem com 30 nomes e, no final, ser aquele jogador que nnguém estava à espera.

Eram tempos pacíficos? Não, nunca foram. Creio que alguma escolha algum dia foi pacífica para os nossos lados. Mesmo que tivessemos contratado de volta o Ronaldo, ainda assim acredito que houvessem uns quantos que estariam diametralmente contra, por isto e mais isto e mais aquilo! O Sportinguista sempre gostou de opinar! E sempre gostou de se ouvir…

lembro-me como se fosse hoje da polémica de jogarmos de calções verdes!!!! A sério! A malta ia para os blogues debater esse tema importantíssimo para o Sporting, se o verde do Calção era à Sporting ou não! E até nesse assunto ainda li pessoal que dizia que não apoiaria uma equipa do Sporting que jogasse de calções verdes ou brancos, em detrimento dos calções pretos!

Também houve a polémica da camisola alternativa amarela que para alguns era inspirada no Paços de Ferreira. Parecia que sempre que a equipa jogasse com esse equipamento, era o prórpio Paços a entrar em campo, em vez do nosso clube do coração. A jogar com ela, vi o Sporting fazer um jogão contra o Shalk 04, que perdemos com um penalti inventado, depois de termos sido roubados de toda a maneira e feitio. Apesar da derrota não deixou de ser um jogo épico!

Está bom de ver que não é de agora que a malta verde e branca curte de uma opinião forte e fracturante! O problema é que qualquer tema, no Sporting, serviu, e continua a servir, para fracturar a malta! Mas na altura dos calções verdes havia uma ingenuidade que hoje se perdeu.

Hoje estamos verdadeiramente fracturados. O #UniroSporting, que serviu para eleger o Varandas, transformou-se rapidamente num #BoraCaçarTodosOsQueNãoConcordam. A Direcção que deveria unir é ela a principal motivadora da Fractura e isso vai-se reflectir já no imediato.

Renovei a GameBox por puro “masoquismo” . Não tenho confiança que a nossa equipa de futebol de 11 seja capaz de lutar pelo que quer que seja este ano ou, quanto muito, ter um futebol atractivo que inebrie quem vai ao Estádio assistir (ou a malta já vai inebriada das roulotes ou então… O Cal é esperto. Se houver álcool nos bares o jogo do Sporting fica mais atractivo…) .

Muito menos acredito nesta equipa técnica… Sim, sim eu sei. Temos de lhes dar tempo para eles poderem demonstrar toda a sua capacidade na obtenção de resultados… Mas o que é que querem… Já o ano passado não gostei das táticas do Keizer e não me parece que com outros jogadores a coisa vá mudar.

A época está quase a começar e sinceramente desejo, do fundo do meu coração, que o Sporting seja Campeão e que faça a melhor época de sempre! Ainda assim, continuarei a não concordar com a gestão do Varandas, sempre que este tomar medidas com as quais não concordo!

Mas isso não invalida que deixe de apoiar o clube que amo. Força Sporting. #ContinuamosJuntos!

Saudações Leoninas

Porque sou Contra, Samuel!

Estive a ler o artigo do Samuel Almeida ao jornal O Jogo. Vou aceitar o seu repto e discutir as “propostas” de alteração estatutária que deixou, mais ou menos delineadas, nesse artigo.

Comecemos pelos pressupostos. O Samuel quer evitar as minorias organizadas de bloquearem o Clube.

O que são minorias de bloqueio no Sporting? É que não existem!!!! Nas últimas 6/7 AGs, a única vez que isso mais ou menos aconteceu (e foi por inépcia do Jaime Marta) foi quando um punhado de sócios (Severino, Boal e afins) conseguiu fazer que o PMAG da altura tivesse de suspender a AG e adiá-la para outro dia, por não conseguir controlar esses Sócios.

Mas que eu saiba, na seguinte foram aprovadas as propostas que se iam votar nessa AG e portanto, não entendo bem onde o Samuel considera ser este um perigo!

A não ser que esteja a propor 1 sócio, 1 voto. Isso sim iria prevenir que uma “minoria” de sócios pudesse controlar os destinos do Clube à revelia da maioria dos sócios, em número.

Propõe de seguida que se separe o Conselho Fiscal do Disciplinar. Aqui estou de acordo. Penso que são dois orgãos de natureza distinta que juntos, torna mais dificil formar listas capazes de cumprir ambos os objectivos, o Disciplinar e o Fiscalizador!

Sobre o Conselho Fiscal não acho que seja necessário para nada, uma vez que a fiscalização e audiotoria das contas, de um Clube como o Sporting, é feita através de Sociedades ROC e como tal, este orgão só serve para as questões disciplinares e para dar o OK a algo, que já foi dado pelos revisores e auditores.

Mas o Samuel quer que o Conselho Fiscal e Económico tenha uma participação mais activa na elaboração do orçamento! Ó Samuel eu nunca na minha vida pertenceria a um orgão executivo onde não pudesse apresentar o meu próprio orçamento e estivesse dependente das linhas orçamentais de terceiros…

Mas vai mais longe o Samuel… Propõe que o Conselho Directivo do Clube tenha somente Directores não executivos e uma Comissão Executiva composta por 5 elementos pagos… que teriam presença por inerência no Conselho de Administração da SAD. Não consigo descortinar a mais-valia desta proposta. Quais seriam as funções deste órgão de Direcção? Para que serviria? Somente como órgão de regulação da comissão executiva? Então e o CFE faria o quê?

Quanto ao Provedor do Sócio, Samuel… Já existe! Chama-se PMAG! Se estes não cumprem o seu papel de Representantes dos Sócios, então destitua-se do cargo e escolha-se outros que o façam.

Sobre a proposta da Mesa ter um orçamento independente… É para mim daquelas coisas que ficam bem em Papel. Qual seria a fonte de receita deste órgão? É que sem fonte de receita autónoma, não faz muito sentido ter orçamento autónomo até porque teria de ser o CD a disponibilizar a verba! Além disso seria difícil prever as actividades da Mesa para um determinado ano… Existem somente 2 AGs obrigatórias, 3 em ano de eleições…

Sobre o Conselho Estratégico, este não carece de ser regulado estatutariamente! É um orgão consultivo de natureza circunstancial, feito à medida de cada CD ou de cada Presidente! Já agora Samuel discutir estratégia com os Sponsors presentes? LOL! E porque é que os Stromp deveriam ter assento nesse Conselho? E mesmo que fizesse sentido estarem, porquê esse e não outros GOA, como por exemplo as claques? E os sócios estariam representados por dois sócios sorteados? Claro que o sorteio seria vedado a todos os sócios com menos de 15 anos de antiguidade… Qual a validade e a representatividade de sortear dois sócios para representar um universo de 180 mil, que não pensam de igual forma? Esta proposta é discriminatória e sem qualquer uso.

Ainda sobre os Grupos Organizados de Adeptos, tenho a dizer o seguinte… estatutos aprovados em AG? De quem? Do Sporting? Vai-me desculpar Samuel mas não concordo de todo! Estes grupos podem ter estatutos que obedeçam a determinadas regras impostas pelo Clube, mas não nos cabe a nós Sócios do Sporting votar os estatutos de outras associações. Além do mais, esses estatutos, depois de aprovados pelos seus associados, poderão estar depositados no Sporting, mas a decisão de os tornar públicos só cabe aos seus associados e não aos Sócios do SCP.

Por último Samuel deixe que lhe diga uma coisinha sobre as AGs com delegados! Eu não preciso de ser representado por ninguém nas Assembleias Gerais do meu Clube, nem quero! Eu sou a minha própria voz! Muito menos delegaria a minha capacidade em outro sócio escolhido por sorteio!

Não entendo a intenção de aproximar a nossa Associação aos Partidos Políticos, até porque nos partidos, os delegados aos congressos são eleitos e não sorteados e qualquer pessoas com 1 ano de filiação partidária pode ser eleito delegado.

O que o Samuel propõe não faz qualquer sentido até porque os sócios não poderiam eleger os seus representantes. Ao invés, estes seriam sorteados… Que tipo de democracia representativa seria esta? Como saberiam os representantes a vontade dos seus representados?

Uma última palavra para o mecanismo de censura que o Samuel fala, de forma genérica, no seu artigo. 15000 votos para uma AG que seria de destituição é isso?

Em resumo, acho que é sempre de saudar quando um sócio faz propostas para melhorar a qualidade dos estatutos do nosso Clube.

Considero também que as propostas apresentadas representam uma drástica diminuição da capacidade dos sócios só Sporting Clube de Portugal intervirem na vida do seu clube, de outra forma que não seja somente ir à bola.

Estas propostas, a serem aprovadas, poriam em causa a democraticidade interna e criariam uma maior discriminação entre os sócios, priveligiando os com maior antiguidade, em detrimento dos sócios mais novos.

Portanto Samuel, se estas ideias alguma vez virem a luz do dia em forma de proposta, serei frontalmente contra e incitarei todos os meus consócios a fazer o mesmo.

PALAVRA DE HONRA

Se pedissem para definir o homem Frederico Varandas diria que é alguém de palavra de honra!

Cumpridor das suas [não] promessas, visionário das suas ideias e é alguém que tem, imagine-se, como seu maior inimigo a contradição. As palavras não são o seu forte, só por si, mas, esta coisa de gravarem o que diz não o tem ajudado nada!

Vejamos, em vídeo, alguns episódios de Frederico Varandas:

JOSÉ PESEIRO

O treinador certo que acabou despedido por Frederico
Varandas

AS MODALIDADES


Frederico Varandas critica as modalidades do SCP

SPORTING TV


A Falácia da Liberdade – Episódio 1

SPORTING LIVRE


A Falácia da Liberdade – Episódio 2

SPORTING CAMPEÃO

Frederico Varandas acreditou e acredita que fará o SCP campeão

A MAIORIA DA SAD

A [não] venda da SAD do SCP por Frederico Varandas

RECORDE DE VENDA DAS GAMEBOX


VARANDAS AVISA: “ESTAMOS A BATER RECORDES NO MERCHANDISING, BATEMOS NA VENDA DE GAMEBOX E MUITOS OUTROS VÃO CAIR”

A EXPULSÃO DE BRUNO DE CARVALHO

A tal PENA DE MORTE

Depois de vermos os vídeos não temos dúvidas que estamos perante um homem de palavra de honra, pessoa de bem e ideal para liderar o grandioso SCP ou será que alguém tem dúvidas?

Para onde caminhamos Sporting CP?

Louve-se o homem que não quis a pena de morte, o mesmo que quis uma Sporting TV com comentadores com direito à sua própria opinião e um Clube livre!

É Frederico Varandas o presidente do SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!

Todos os episódios relatados nesta crónica são reais, por isso, recordo as suas palavras que resumem tudo isto:

Frederico Varandas garante que acabou o tempo de o Sporting ser um “circo” e alvo de “chacota”

Sobre Frederico Varandas, palavra de honra, nunca mais quero escrever…

Saudações Leoninas

EIS O NOVO SCP DO MITO

Criámos a ilusão de uma possível reversão no actual estado do SCP e nunca percebemos que a caminhada estava a chegar ao fim…

Os mitos foram chegando e de braço dado com os chavões foram adornando as mentes e criando novas realidades paralelas. Nunca em vão!

E eis que chegamos ao ponto de ver um SCP que tem um PMAG que não cumpre os Estatutos, o Regulamento das AG´s porque a sua interpretação é contrária ao que é aplicável e assume-o, primeiro na última AG e depois na televisão. Brilhante!

Voltemos aos mitos. Criou-se, depois da famosa campanha televisiva e “jornaleira” o mito do “velhotes” que dominavam as AG´s e que era preciso 1 Sócio/ 1 Voto. A alicerçar essa teoria foi fundamental a divulgação da últimas eleições com João Benedito a ganhar nos Sócios mas a perder nos votos. Repito: Não foi em vão! Nunca nada é em vão!

Na mais recente AG fiquei com a ideia que a votação chumbaria o Orçamento, mas, mais uma vez, depois de uma cena de diversão (grave) e com a AG suspensa há uma contagem e um resultado inequívoco!

O novo mito implementado é ainda mais surreal. Querem passar a ideia que são os Sócios que vão decidir a expulsão de BdC e Alexandre Godinho, quando, alegadamente, tudo já está arrumado e resolvido. Mas, para que não existam percalços, ainda usam estratagemas para reforçar o destino final e falo-vos do Jornal Sporting e da abertura das urnas de voto sem que os visados sejam ouvidos, coisa já testada e com sucesso num passado recente.

A verdade é que os Sócios não têm a palavra, servem apenas para pagar as quotas e vão caindo um a um com expulsões e até já há quem defenda que uns tais Leais devem de ser expulsos do Clube, cumprindo assim, o ADN de elite que muitos sonharam para o SCP. Pode ser tudo menos um Clube do povo!

Estamos a caminhar para o fim. Obviamente que os expulsos vão ver a sua sentença confirmada pelos Sócios e a paz nunca mais existirá nem com a bandeira de #UnirOSporting. Mitos urbanos. Falácia rural, perdão, plural.

Sábado, se não for barrado sem motivo aparente, lá estarei na AG para ver com os meus próprios olhos a teatralidade, a ousadia e a arrogância do poder instalado no SCP que continuo a achar que é mais um mito ao dizer-se que foi eleito democraticamente pelos Sócios. Eu, por tudo o que já vi, tenho muitíssimas dúvidas.

Um Clube que não respeita quem o defendeu, quem o destacou e que deu resultados positivos só pode estar subvertido, refém ou sem saúde mental. Vale o que vale e até pode ser por outra razão, no caso, financeira, mas, então, não falem ao coração dos Adeptos e dos Sócios com esse paralelo, constante e cerrado ataque ao seu passado!

Tudo vai morrendo lentamente até que a verdadeira história seja um dia contada ou, talvez, nunca chegue ao conhecimento público. E como dizem no desporto-rei, o futebol é momento… Sabemos que a memória se vai apagando em cada um de nós e essa é uma preciosa ajuda.

Até sábado e para terminar digo-vos o seguinte: Até prova em contrário, ainda estou para perceber porque chegamos aqui, como deixamos e quem tem interesse nisto tudo. O SCP não será e eu também não!

Temos um novo SCP do mito!

Saudações Leoninas

A LUTA CONTINUA!

Ontem o Sporting Clube de Portugal fez 113 anos!

Parabéns ao Clube que eu amo e com o qual me identifico.

Sim eu continuo a ser do Sporting Clube de Portugal, apesar não me rever minimamente em quem gere os destino dele. Não tenho nada em comum com essas pessoas, nem com as pessoas que os apoiam, a não ser o simples facto de sermos do mesmo Clube?!?!

Estas pessoas que promoveram um golpe palaciano para destituir uma Direcção (cada vez menos existem dúvidas) e que hoje continuam a utilizar todo o tipo de expedientes opacos e pouco democráticos para se manterem à frente do Clube!

São os mesmo que o abandonaram quando estava falido e à beira de fechar portas… São aqueles que não tiveram pejo em vender o património do Clube a si próprios a preços da uva mijona, para depois imporem ao Clube chorudas rendas, pela utilização desse mesmo património!

São aqueles que se servem do Sporting Clube de Portugal para ter mais um tachinho bem pago, para si ou para os seus, para depois não fazer nada em prol do Clube ou expoliá-lo do pouco que ainda vai tendo! Veja-se o caso do Basket!! Serve somente para dar “de comer” a uns quantos dessas pessoas de “bem”.

São aqueles que durante anos utilizaram o Clube e a sua presença nos Conselhos Leoninos da altura, para receber tudo e não dar nada em troca. Não deixaram ficar nada, a não ser o cheiro nauseabundo das suas vaidades e das vacuidades muito próprias de quem pertence ao Clube por herança e não por amor!

Agora voltaram eles e a sua cultura de que “temos ser grandes”, não pela nossa postura vencedora, mas sim pelos supostos “valores” que eles dizem ter mas que raramente os põem em prática, pelo menos no que toca à sua vivência de clube.

Senão reparem… Foi com estas pessoas de bem, que as AGS passaram a ser todas de porta aberta, como as eleitorais! Eles são tão interessados pelo Clube mas não podem ficar a assistir a uma discussão, de algo tão importante como o Orçamento, e votar no fim… Não! têm de entrar, votar e ir embora. Será que o carneirismo é um desses “valores” que tanto defendem?

Como passámos a ter AGs de porta aberta, a MESA sentiu a necessidade de ter uma forma de não deixar entrar votos falsos (problema que eles proprios arranajaram com as AGS de porta aberta)… Vai daí o que fez esta gente de “bem”? Borrifaram-se para a democracia mais uma vez e imprimem um identificador único numérico em cada voto! Se isto é ilegal? É porque o secretismo do voto está posto em causa… Mas para estas pessoas a democracia não é um valor a defender!

Mas há mais… O PMAG, alto representante das pessoas de “bem” e cheio de valores e tal, recusa-se a ler as actas, porque afirma que considera ilegal a norma regimental estatutária… Ora bolas?!?!? Então mas no seu mandato anterior como PMAG procedia à leitura da Acta… O que o fez mudar de ideias em 2018? E porque não a revoga? Seguramente que não precisa dos sócios para a alterar! Aliás neste novo modelo de AG, não precisam dos sócios para nada!

São estas pessoas de “bem” que consideram que a expulsão de Bruno de Carvalho e Alexandre Godinho vai trazer a Paz de volta ao Sporting… LOL! desculpem mas não posso evitar rir-me!!!

O que as estas pessoas de “bem” ainda não entenderam é com quem estão a lidar! Nós viemos para ficar! Nós viemos para não deixar morrer a memória do Rumo Certo! Estamos fartos de pessoas de “bem”, notáveis e sportinguistas Santos de pés de Barro!

Mas se pensam que vamos desistir? Não, não vamos! A Luta Continua até que a última pessoa de “bem” seja afastada do Clube e ele volte a ser dos Sócios outra vez!

Nós temos tempo! Vocês não!

Nós temos milhares de jovens, vocês têm um punhado de velhos de idade e/ou de espírito, que mais tarde ou mais cedo “morrerão”, deixando-vos outra vez sós.

Nós proliferamos nas redes sociais a cada dia que passa, sendo aí que vos fazemos o contraditório, onde a vossa “unha” não chega!

Mais tarde ou mais cedo, o Clube voltará a ser nosso, nem que seja pela vossa inépsia, mais do que comprovada, para o gerir e, se nada mais resultar, será isso que vos derrotará!

Mas não pensem que depois voltam a fazer o mesmo que fizeram desta vez! Não senhor! Desta vez estaremos preparados para vocês!

Saudações Leoninas!

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén