Desculpem-me os leitores mas tinha de vir hoje dizer algo sobre as notícias da candidatura do Ricciardi!

Esta semana ficámos a saber, pela CMTV, que Ricciardi estava na Suiça para garantir uma linha de crédito de 200 milhões e na mesma “notícia” também que era candidato à Presidencia do Sporting Clube de Portugal.

É só a mim que isto soa a estranho? Ou o Sporting vive num universo paralelo onde as regras não se aplicam e tudo funciona ao contrário ou então… Anda alguém muito ocupado a fazer-nos de parvos.

Aceitemos academicamente a hipótese levantada pela CMTV como verdadeira:

  • Como iriamos para eleições, sabendo que para haver uma nova Direcção, o actual Presidente teria de se demitir ou ser destituido! Pelo que tenho visto, não me parece que o Varandas esteja mais próximo de se demitir e não me parece que o Universo Sporting esteja assim tão incomodado que votasse em peso na sua destituição.
  • Este domingo houve um protesto contra a Direcção e qualquer “candidato” a querer derrubar o actual detentor no cargo, aproveitaria para reforçar em muito as fileiras dos descontentes, criando assim as condições psicológias e ambientais correctas para poder haver eleições. Ora o que vimos foi um protesto que reuniu o maior número de pessoas desde 23 de Junho de 2018, mas não o suficiente para forçar a queda da actual Direcção por descontentamento;
  • Fala-se agora, nas redes sociais, de um novo protesto agendado para o Bessa (próximo jogo do Sporting) que terá proporções maiores e será ainda mais ruidoso. No entanto, da parte do “candidato” José Maria, não se vê nenhuma movimentação para apelar aos descontentes a se fazerem ouvir nesse protesto.

Não é dicifil perceber que a realidade noticiosa e a factualidade não andam de mãos dadas neste caso. E ou não se aplicam as regras ou o Ricciardi nbão se está a “mexer” para provocar a queda da actual Direcção, condição sine qua non para que se possam falar de candidaturas.

Não ponho em causa a sua vontade de ser Presidente do Sporting. Ponho sim em causa a sua capacidade para ser melhor Presidente que o actual ou pelo menos de nos voltar a por no mesmo caminho que estavamos antes da destituição de 23 de Junho.

Na mesma notícia também é afirmado que Ricciardi estaria à procura de contratar 6/7 titulares indicutiveis para a equipa de futebol, no próximo ano. Somente Bruno Fernandes não estaria à venda, do actual plantel… Fico pasmo com estas afirmações, quer pela sua leviandade, quer pelos efeitos preversos que podem ter no balneário.

Mas mais pasmo fico com o facto de José Maria Ricciardi não ter a inteligência suficiente para perceber que de futebol, não percebe nada! E que antes de andar a anunciar a contratação de jogadores e tal, deveria ter sim anunciado a contratação de um Director Desportivo e afirmar que a missão deste era construir um projecto forte a 3 anos, que nos pusesse a lutar pelo campenoato e a disputar o acesso à Champions.

Foi assim que Bruno de Carvalho se apresentou em 2011, com Augusto Inácio ao lado a validar o seu projecto desportivo! Ricciardi é só mais um que se apresenta ao bom estilo dos Presidentes dos anos 80! De cheque na mão e um conjunto de nomes sonantes na outra e que tão bons resultados deu!

Esperemos então que o “Candidato Cofina” venha a publico esclarecer os sócios mais esta trapalhada onde nos quer enfiar!

Só para relembrar que Ricciardi ainda nos deve uma conferência de imprensa! Talvez esteja na hora de nos enfrentar cara-a-cara e deixar de passar mensagens pela Comunicação Social.

Saudações Leoninas