Sentei-me em frente ao computador para escrever esta crónica, mas, antes, pedi à emoção que me deixasse só para que não fosse visível na tradução das palavras e para que a racionalidade imperasse. Por isso, esta é uma crónica diferente mas pura como todas as que escrevo.

Depois deste ponto prévio, abordemos os temas da actualidade. Escrevo-vos esta crónica hoje, 4-2 de um ano ímpar. Em paz e com a serenidade que tanto gosto e que uma noite já dormida, aos tropeções, permite ter, espero, com alguma lucidez.

Passei pelas redes sociais, de fugida, e fiquei atónito com as campanhas que encontrei e com aquelas manifestações de destituição desta direcção. Todos sabem que detesto  manifestações, somente são ridículas e não produzem efeito, como sou contra a palavra destituição e, agora, para mim, nada mudou só por o Sporting ter outra direcção. Continuo igual, ou seja, contra as manifestações e destituições!

Como não sou apologista de vinganças. E como estranho alguns silêncios cirúrgicos dos últimos candidatos à presidência do meu Clube. Sumiram. E, provavelmente, espreitam uma boa oportunidade de reaparecerem em benefício próprio. O Sporting não precisa de candidatos. Durante os próximos três anos e meio não! Deixem esta direcção trabalhar, com tempo, para que a reestruturação da academia seja uma realidade.

Sim, no futebol vamos mal. Não há como fugir a essa realidade, mas é preciso tempo e, assim como assim, não se ganha há tantos anos. Pode parecer estranho, o que vos escrevo, mas não é, quero paz e estabilidade no meu Clube. Quero que a direcção tenha todas as condições para defender o melhor para o Sporting. Quero ter paciência para esperar pelos resultados.

Ontem fui a Alvalade. Não gostei do que vi no relvado. Como não gostei do que vi nas bancadas – uma coreografia inicial festiva – mas o pior viria depois, bancadas por preencher, pouco apoio – em especial da Claques que estiveram muito amorfas – pessoas a abandonar o estádio ao minuto 74´e lenços brancos. Não gostei de ver.

Mas, e há sempre um mas, nem tudo foi mau! Ontem vi-te em Alvalade, sim, tu, o futuro presidente do Sporting Clube de Portugal.

Espero que sejas, daqui a quatro anos, um bom substituto do Dr. Varandas e que coloque o nosso grande amor no patamar mais alto da Europa, pois sei que és capaz. Sei que tens o nosso apoio. Sei que tu mereces todo o respeito da família Leonina.

Ontem vi-te em Alvalade e comecei a sonhar com a tua presidência. Bem-vindo Cristiano Ronaldo ao nosso Sporting Clube de Portugal. Nós saberemos esperar por ti!

Saudações Leoninas

Comentários do Facebook