Se queres conhecer o passado, examina o presente que é o resultado; se queres conhecer o futuro, examina o presente que é a causa.

Confúcio

Passado

Mais uma Assembleia Geral Extraordinária do Sporting (e não «especial» como referiu o PMAG) e mais algumas notas que quero aqui deixar:

-Para quem tanto proclama que quer unir o Sporting, o que se viu no Sábado passado foi tudo menos união. O Gil já escreveu – e muito bem! – aqui sobre o assunto. Não o escreveria melhor!

-Mais uma vez fiquei até ao fim e a sensação que tive era a que estava a viver a AG23 all over again.

-Fico contente por ver que o Sporting é motivo de mobilização para o sector mais idoso do nosso clube: até idosos de andarilho vi na AGE a votar. Compreende-se agora porque o PMAG estava tão decidido em optar por este modelo completamente desrespeitoso para os sócios suspensos/expulsos que ali faziam a sua defesa. O regresso aos lares deve ser feito ainda com a luz do dia, creio…

-Uma certeza com que fiquei: a grande maioria das pessoas presentes naquela Assembleia, não fazia a mínima ideia do que ia votar. Toda a tarde ouvi comentários como «vou votar não porque não quero mais terrorismos no Sporting» ou porque «vou apoiar o Varandas» traduziram-se nos resultados.

-Não sendo uma AG Eleitoral, não percebo porque não foi lida a acta da AG30N. Deixo novamente a questão no ar: então e os estatutos? Afinal são para cumprir apenas quando dá jeito?

-Desta vez a Comunicação Social não entrou, mas isso não impediu que, mais uma vez, passassem imagens na tv oficiosa do clube. Quais os interesses por detrás de tal acto?

-Também, mais uma vez, relatos de «violência», «tensão» e «agressões» na CS, quando lá dentro, estava tudo calmo. A quem interessa este tipo de informação truncada?

Presente

-Keizer continua na senda de vitorias e assim espero que se mantenha hoje. A remontada deste domingo veio cimentar um pouco mais a opinião positiva que o treinador esta a deixar nos Sportinguistas.

Futuro

-Vamos ver como a actual direcção pretende continuar a “unir o Sporting”. Se o seu presidente continua com as frases feitas “e trocadas” do costume ou se começa finalmente a mostrar trabalho. De facto, depois de ver a entrevista à Sporting TV, não há duvida que o silêncio é o maior aliado deste Presidente.

-Uma nota para a comunicação do clube: o erro absolutamente estúpido que aconteceu esta semana, com o envio de um email supostamente de felicitações de aniversário a um sócio de seis anos – e a justificação para o “engano” – foram uma vergonha. Não ao pode voltar a acontecer.