Olá Dr. Rogério Alves. Hoje escrevo-lhe a si… Desculpe mas a partir de agora deixo cair o Dr. e doravante será simplesmente Rogério. Como a Maria!

Sabe que a primeira vez que ouvi da sua boca que você era o PRESIDENTE do Clube e ninguém mandava em si, fiquei com a sensação que se tinha esquecido que quem mandava no Sporting era a Assembleia Geral ou seja, os Sócios.

É engraçado ler a sua entrevista ao Jornal do Sporting, onde afirma que “O importante é estarmos unidos” mas ser exactamente o Rogério a promover a desunião, a opacidade e a desconfiança entre os Sócios.

Eu já sei que essa sua “simpatia” e frases bonitas são uma espécie de encantamento de sócios incautos! O Rogério é uma espécie de sereia, que com o seu cantar atrai os navegadores (sócios incautos) contra os rochedos, de maneira a afundar os seus barcos ou neste caso, de fazer-lhes a vontade. Nem que para isso tenha de dobrar um pouco a realidade.

O Rogério é uma pessoa perspicaz que já percebeu que a GRANDE maioria dos Sócios do Sporting não percebem nada de estatutos, regulamentos ou leis e portanto, são as “vítimas” perfeitas para os seus cantos de sereia!

Comecemos por demonstrar o seu canto:

Entrevista ao Record:

RA_ALT_EST.PNG

Repare no sublinhado “Um dos pontos em agenda deverá ser a possibilidade de abrir a votação eleitoral aos núcleos, como já prometeu Frederico Varandas.” 

Ó Rogério então o PMAG do Sporting, ainda por cima advogado, não conhece os próprios estatutos? É que os actuais estatutos do Sporting já preveem esta possibilidade! Quer ver?

Art_47_SCP

Se o Rogério quiser fazer o favor de ler o ponto 3 do Art.º 47 pode verificar que a possibilidade já existe nos estatutos e que até no regulamento das Assembleia Geral de 2012 essa possibilidade, já vinha consignada! Não acredita? Ora veja…

Art_42_reg_SCp.PNG

Foi bom piscar os olhos aos núcleos foi? Pois foi… Mas este encantamento foi descoberto rapidamente Rogério. Isto é querer ficar bem na foto e ao mesmo tempo desviar as atenções para o que realmente vai trazer essa alteração estatutária.

Se este já tinha sido um encantamento muito bom, com o próximo fiquei abismado! Confesso que é preciso ser descarado para proferir as palavras seguintes na cara de um Juiz Jubilado!

Então a Assembleia de 15 de Dezembro era uma AG especial Rogério? E ainda por cima inédita!!! no nosso Clube!!!!

Ó Rogério sei que era difícil justificar toda a trampa planeada para a AG de 15. Mas caramba! Sei que muitos Sócios quando o ouvem falar, beijam o chão em que as suas palavras caem. Mas era preciso dizer assim tanta mentira? Sim MENTIRA!!!!

Passo a explicar… A AG de 15 não teve nada de especial! Foi uma AGE – Assembleia Geral comum Extraordinária regulada pelo art. 51º dos nossos estatutos! E como tal deveriam ter-se cumpridos todos os requisitos para a realização dessa AG.

Ela tinha uma convocatória com 8 pontos que deveriam ser discutidos e votados! A AG não era eleitoral Rogério! Não sei o que o Tribunal Administrativo de Lisboa validou, mas seguramente que não foi a Mesa poder decidir à revelia da AG e impor um modelo completamente injusto para os recursantes!

Sim Rogério você não tem poder para fazer o que fez! E somente o fez porque sabe que ninguém irá recorrer aos tribunais para impugnar a AG… Ou será que vai? Ai Rogério para quem quer unir os Sportinguistas…

Voltando à AG, ela deveria ter iniciado com a leitura da Acta da AG anterior Rogério, como aliás manda o art.11º dos Regulamentos! Seria por estarmos numa especial? Será isto uma violação grosseira e reiterada dos Estatutos e Regulamentos por sua parte Rogério? Olhe que por bem menos já se suspendeu muita gente…

Portanto meu caro Rogério tal como lhe disse na própria AG, deu-nos a todos uma lição de direito civil… Mas alguns de nós não gostaram da lição nem do Professor.

Despeço-me de si até à próxima AG onde seguramente continuará a sua saga de sereia encantando os incautos Sócios do Sporting Clube de Portugal.

Saudações Leoninas

P.S. Rogério, já agora só para relembrar, deixo aqui o art.13º do Regulamento do Sporting…

Art 13 Reg_SCP