JOSÉ GIL

Na AG deste sábado os sócios serão essencialmente chamados a corrigir uma grande injustiça que foi cometida por quem tinha a obrigação de ser isento, justo e democrático. Falo da Comissão Fiscalizadora nomeada por JMS.
A participação de todos é uma Exigência para aqueles que amam o Sporting, independentemente do lado em que se coloquem nesta questão. Estou confiante que este sábado, todos saberemos dar uma lição de civismo e democracia possibilitando assim o início de um processo cauterização das feridas abertas desde 23 de Junho.

KUKA GR

A AGE de sábado, será determinante para a trazer alguma paz ao Sporting Clube de Portugal.

Devemos recordar que o anterior CD, em cinco anos, foi capaz de transformar o Clube de uma forma que muitos pensavam ser impossível. Não esqueço como estava o SCP em 2013: salários em atraso, à beira do colapso e a chacota de tudo e todos.
O SCP tornou-se então mais forte, alvo de uma recuperação económica reconhecida por todos. Foi devolvido, a nós Sportinguistas, o orgulho de pertencermos a este Clube. Começámos a ver um Sporting ganhador e a lutar pela verdade desportiva.
No sábado, devemos todos reflectir em tudo o que de bom foi feito e repor alguma da justiça que foi retirada nos últimos meses.
É por estes motivos que irei votar a favor da revogação de todas a sanções aplicadas.

NUNO SOUSA

A Justiça faz-se não só pelo resultado que se obtém no fim, mas também pelo processo que é percorrido. Ao permitir-se que mal a AG se inicie se possa votar começa-se mal um ato que se pretende ser sem falhas e sem possibilidade de causar ruído.
Imaginemos a situação em que o Dr Rogério Alves, ilustre advogado, num tribunal com juri, a defender um seu cliente, via o Juiz a dizer aos jurados que podiam sair da sala para deliberarem, antes de o ouvirem a apresentar os argumentos da defesa. O que ele não diria! E com razão que não se estava a respeitar os direitos do seu cliente.
Dr Rogério Alves como foi dito pela sua lista na campanha eleitoral “à mulher de César não basta ser, é preciso parecer” pois então pareça sério. A forma como se procede e se faz a justiça interessa e muito.

PAULO AFONSO RAMOS

15 de Dezembro de 2018 será um dos dias mais importantes da história do SCP. Um Clube com 30 títulos europeus e um vasto historial nacional, quer no plano desportivo, social ou empresarial.

Um dia que marcará de forma definitiva a ruptura ou de paz entre a família Leonina. Um dia em que é preciso transparência, serenidade e respeito. Sem esquecer uma forte e consolidada mobilização.

Eu defenderei, através do voto, a despenalização dos oito Sócios do SCP! As razões explicarei mais tarde. É que são tantas que não cabem neste pequeno texto.

Uma última palavra de gratidão para dois pólos:

a) os meus convidados do Banco de Suplentes, cada um com a sua opinião, vão escrevendo aqui por amor ao Sporting CP sem inibirem-se de dar a cara e de dizer com frontalidade o que pensam, goste ou não se goste, são eles próprios e isso é de salutar!

b) aos Leitores deste blogue que o seguem e estão sempre atentos, que comentam, quer no blogue, no Twitter ou na página do Facebook. Até quando discordam aqui estão sem medos e com esse direito à liberdade de opinião.

Obrigado a todos!

Até amanhã na nossa grande casa.

Saudações Leoninas

Comentários do Facebook