No dia 15 de Dezembro de 2018, os Sócios do Sporting Clube de Portugal serão chamados a pronunciarem-se sobre o trabalho da Comissão de Fiscalização nomeada por Jaime Marta Soares, mais propriamente sobre os castigos impostos aos membros do Conselho Directivo de Bruno de Carvalho, à Elsa Judas e a Trindade de Barros.

Como já afirmei em várias outras crónicas, considero a actuação de Jaime Marta Soares, durante o periodo que antecedeu a suspensão e destituição do CD anterior até às eleições de 8 de Setembro, como um verdadeiro ultraje ao Associativismo Português!

Em direito civil, dolo é uma espécie de vício de consentimento caracterizado pela ação ou omissão de uma parte com a intenção de obter proveitos indevidos mediante o erro de outra.

in Wikipédia

Um PMAG de uma Associação como o Sporting Clube de Portugal, não pode ser desprovido de HONRA e MENTIR descaradamente aos Sócios, que jurou representar! Sim Mentir! Eu não quero saber se ele apresentou um papel ou não! Depois de vir publicamente anunciar a sua demissão e a da Mesa em bloco, um papel deveria ser uma mera formalidade… Mas para gente sem espinha não o é!

Um PMAG que se compromete a REPRESENTAR TODOS OS SÓCIOS esqueceu-se do seu dever quando quis fazer jogadas politicas contra precisamente os Sócios que estavam no Conselho Directivo.

Um PMAG que não satisfeito com o que tinha feito até aí, em vez de marcar eleições para os Órgãos Demissionários, repondo desta forma a legalidade e a legitimidade, resolveu de forma DOLOSA, na minha opinião, nomear uma Comissão de Fiscalização composta somente por elementos que publicamente já haviam demonstrado todo o seu desprezo pelos Sócios que iriam julgar! Claro que esta Comissão fez o seu papel e julgou os Sócios da forma que já estava predestinada!

E quais são os vis “crimes” cometidos por estes 8 elementos julgados pela Diabólica CF? Cometeram o crime de considerar que estávamos em presença de uma Omissão estatutária e portanto tinham de tomar uma decisão! Decisão essa que relembro foi provocada pela falta de Honra de um PMAG que virou o bico ao prego, quando se viu apertado.

Perante esta situação e baseados em Pareceres Jurídicos, tomaram a decisão de eleger uma CTMAG e uma CTF, pois segundo a sua posição o JMS tinha-se demitido e não havia Mesa nem CFD.

E o que fizeram estes órgãos assim que tomaram posse? Marcaram eleições para os dois Órgãos Sociais, Mesa e CFD, de forma a repor a legitimidade dos mesmos.

Agora pensem por favor! Comparando as duas atitudes qual é que é mais atentatório para o Clube? e para a democracia interna? Uma pura e simplesmente retirou o poder dos Sócios em se pronunciar a outra quis chamar os Sócios a eleger um PMAG e uma Mesa e um CFD permitindo desta forma, que estes pudessem fazer o seu trabalho, legitimados pelos Sócios do Sporting Clube de Portugal.

E para quem quiser vir com a conversa das PC e tal, eu gostaria que mostrassem evidências da argumentação do Juiz, pondo em causa esta solução! Uma coisa é rejeitar a PC porque necessita de ouvir as suas partes ou porque o caso é complexo e é necessário um Tribunal para decidir esta matéria.

Mas em nenhum caso o Juiz rejeitou esta posição ou a considerou dolosa para o Clube.

Por último, gostaria de apelar a uma mobilização massiva de todos os associados porque os assuntos que vamos decidir terão um impacto muito profundo no futuro do Sporting Clube de Portugal.

Mais uma vez peço acima de tudo CIVISMO de todos os que vão estar presentes e que ponham de lado as questões pessoais e outras acessórias, que provocam ruido e não nos deixa analisar as coisas convenientemente.

Ser Sócio do Sporting Clube de Portugal é um ORGULHO e uma HONRA, mesmo que momentaneamente me encontre na Oposição à Actual Direcção.

Espero ver-vos a todos  na AG.