Mês: Outubro 2018 Page 1 of 4

PRESO POR TER CÃO…

O que leva uma página do Facebook, de um programa de entretenimento na televisão pública, a ser atacada por centenas de comentários depreciativos? O convidado ser Bruno de Carvalho.

Quando na semana passada o «5 para a Meia-Noite» anunciou que um dos convidados seria Bruno de Carvalho, a caixa de comentários do post foi literalmente invadida por comentários depreciativos. Mesmo antes do programa ir para o ar.

Desde espectadores ditos assíduos que juraram a pés juntos que não iriam ver, às referências à perda de qualidade do programa, passando pelas insinuações mais insanas, pode ler-se de tudo um pouco por ali.

Confesso que algo me escapa.

Compreendo que gostos não se discutem. E compreendo que só viu quem quis. Mas estamos a falar de condenar, à partida, algo que nem sequer se sabia o que ia ser. E confesso, que muitas pessoas deveriam rever o conceito de Democracia que, segundo sei, ainda é o regime político em vigor, neste país à beira-mar plantando, mas que começa a ser não de tão brandos costumes…

Bruno de Carvalho não faz qualquer publicação no Facebook desde dia 11 de Setembro. Para além de uma foto ou outra no Instagram, na companhia de amigos e a praticar o seu hobby preferido, praticamente não aparece. Bruno de Carvalho é uma figura pública. Goste-se ou não, foi presidente do Sporting Clube de Portugal durante cinco anos e meio.

Não pode ser convidado de um programa?… Perdeu o direito de viver a vida como quer e lhe apetece? De aparecer em público?…

O que tem Bruno de Carvalho de tão especial para incomodar tantos e suscitar tantas reacções? (E audiências, pois apesar das críticas, o programa foi um dos mais vistos de sempre – vá-se lá entender…).

Gostava de perceber. E não estou a falar apenas do universo Sportinguista. Curioso – ou não –, a maioria dos comentários até é da autoria de adeptos do clube rival. O que incomoda tanto estas pessoas? Alguém me sabe responder?…

E a Comunicação Social, como reage? O que retira da participação de BdC no programa?… A magnífica noticia, fantástica e chocante que BdC… está mais gordo! O drama, o horror! E agora, meu Deus, o que vai ser de BdC?!

O ridículo foi tal, que a apresentadora do programa, Filomena Cautela, não ficou indiferente e resolveu responder às críticas negativas geradas pela participação de BdC no programa (pode ver aqui).

Estamos a falar de um programa que já teve a participação de, entre outros, José Sócrates, Paulo Portas, Passos Coelho e o actual primeiro-ministro António Costa! Eu sei que o futebol desperta ódios e paixões, mas os políticos vão-nos ao bolso, caramba! Não me recordo do mesmo tipo de contestação… Alguém tem a amabilidade de me explicar?

Está mais que visto e provado: faça o que fizer, BdC é um case study. Preso por ter cão e preso por não ter.

Quer se ame ou odeie, não me recordo de tamanha perseguição a uma figura pública no nosso país. Nem mesmo a Cavaco Silva (e eu sou do tempo em que o Independente, de Paulo Portas, não poupava Cavaco e os seus ministros; semana sim, semana sim com manchetes – nenhuma delas abonatórias).

Agora imaginem se Bruno de Carvalho ainda fosse Presidente do Sporting…

CARTA ABERTA A BRUNO DE CARVALHO

Olá Bruno.

Desculpa a familiaridade do tratamento, mas sinto que te posso, e devo, tratar assim. Sem merdas ou adjectivos. Sem rodeios e directo ao assunto.

Hoje é dia de escrever para ti, de dizer-te o quanto significas para muitos de nós. O quanto sentimos que te devemos por teres reerguido o nosso Sporting Clube de Portugal, por teres devolvido o orgulho de pertencermos à maior potência desportiva portuguesa.

Quando agarraste no clube ninguém o queria! Todos diziam que estava condenado… Que não havia safa possível… Mas tu, louco varrido, disseste que não era bem assim e que ainda havia muito a fazer. Logo nessa altura chamaram-te garoto! Suicida! Que ias ser comido de cebolada na negociação com os Bancos!

Mas nada disso aconteceu… Tu e a tua equipa lá conseguiram desencantar uma via e que eram eles, os bancos, que tinham de ceder. E eles cederam! E o Sporting, paulatinamente começou a recuperar…

Enquanto negociavas com a banca, começaste a falar grosso com os nossos adversários! Começaste a demonstrar que querias realmente um Sporting forte e pujante, como há muitos anos que não se via, e conseguiste… Conseguiste construir uma cultura de exigência e essa catapultou-nos para os títulos ganhos nas modalidades. Fomos campeões em todas as modalidades de Pavilhão!!

Ainda me vêm as lágrimas aos olhos quando recordo o título do Hóquei!! 30 anos depois, conquistámos este título na nossa casa, no Pavilhão João Rocha, que tu tornaste possível.

Com muita pena minha, parece que muitos sportinguistas não valorizam assim tanto o ecletismo…

No amaldiçoado futebol nada resultou… Nem as condições, nem melhores treinadores, nada nos fez ganhar o tão ambicionado título de Futebol… Forças mais fortes se ergueram e nem sempre foram as do desporto… Mas até neste deixaste a tua marca, com a introdução do VAR…

Ainda nos hão-de dar o título de 15/16. Esse que só não foi celebrado por nós porque as forças mal o atribuíram a outro.

Foi muito duro o percurso. Constantemente atacado por dentro e por fora, foste começando a claudicar. E nesses momentos, quando mais precisavas de nós sportinguistas, foi precisamente aí que te mostramos toda a nossa ingratidão.

Na primeira oportunidade, e num processo muito bem urdido, foste destituído… Foste-o por seres ambicioso e quereres que o teu Clube fosse o melhor e o mais ganhador… Foste-o porque a tua frontalidade sempre foi uma afronta aos cobardes que vivem nos corredores de Alvalade. Foste-o porque os sportinguistas cederam à pressão exterior… Cederam às narrativas do CM e das cartilhas lampiónicas para poderem ter um pouco de paz… Para poderem aliviar a pressão e terem algum conforto…

E assim foste afastado numa AG infame que conduziu à situação em que estamos hoje. Tudo aquilo que conquistámos nos últimos anos, vai-se perdendo lentamente…

O Orgulho devolvido, a garra para lutar por aquilo que acreditamos, mesmo que pareça impossível de alcançar, vai sendo lentamente substituído por um sentimento de afastamento, de exclusão, à medida que nos vão mostrando que o Clube é cada vez menos nosso.

Mesmo depois disto tudo, continuo a olhar à volta e a pensar que ainda és tu quem melhor representa fielmente aquilo que quero para o meu clube!

E por isso Bruno, por estar consciente de tudo o que tu tens passado nos últimos tempos, das injustiças que já se fizeram para te denegrir a tua imagem. Por isso Bruno dizia eu, quero agradecer-te por me teres ensinado a saber o que quero para o meu Clube!

Quero agradecer-te por tudo o que nos devolveste e por nos teres feito acreditar que era mesmo possível ser-se maior e melhor.

Não sei o que acontecerá amanhã, nem o que o futuro te reserva a ti e a nós, mas eu e muitos outros, não esqueceremos nunca o que fizeste pelo nosso grande Amor!

Serás sempre um marco incontornável na História do Sporting Clube de Portugal e esta, estou seguro, mais tarde ou mais cedo te absolverá.

Já sei que alguns me vão chamar Brunete, adepto do Bruno de Carvalho Futebol Clube, mas sinceramente isso não me atinge. Foste tu que me fizeste querer voltar a ser Sócio e contigo, aprendi que o Sporting pode ser muito maior do que é, desde que quem o lidere tenha ambição e talento.

Obrigado pelas lições Bruno. Obrigado por nos teres devolvido, mesmo que momentaneamente o nosso Clube e o orgulho de a ele pertencermos!

Respeitosamente,

Saudações Leoninas!

O ERRO DA COMUNICAÇÃO SOCIAL SOBRE BDC

Desta vez, e sempre as redes sociais, foi mais uma foto acompanhada de uma legenda que BdC (Bruno de Carvalho) mostrou (um jantar em casa para ver o jogo do Sporting pela Tv) que o Record (grupo Cofina) agarrou para fazer notícia.

“Aqui as bancadas estão sempre lotadas! Leais ao Sporting CP!”

IMG_2170

Para o Record – veja aqui – o título é “Bruno de Carvalho provocador” que rapidamente em nota de conclusão escreve:

“Ex-presidente critica audiência abaixo da média do seu tempo em Alvalade”

Já não se pode jantar com os amigos em casa para ver o jogo do Sporting?

Assim de repente, se não sabia ou se lê pela primeira vez, pode parecer estranho este início de crónica. Mas, se continuar a ler, vai perceber melhor.

O exemplo que mostro a seguir, de referir que em ambos os casos estava lá, é sobre a possível (acredita a CS) uma nova profissão de DJ.

Acrescentando a polémica no CM como se pode ver na foto.

IMG_1914

Durante e depois de um jogo do Sporting com uma vitória fantástica por 3-0 sobre o Boavista é estranho. Ou não!

Resumo do jogo:

Acredito eu de que, esta Comunicação Social, já percebeu do erro que cometeu. Um país pequeno com uma imprensa diária precisa de notícias e de alguém que crie novidades.

Bruno de Carvalho vende. É sempre notícia. Mesmo que nem sempre as notícias ou as mensagens da CS sejam verdadeiras ou num contexto ético. Quem se importa com isso?

Hoje o importante é dar visibilidade ao Sporting CP. À vitória categórica sobre o Boavista. Ou à derrota do Benfica no Estádio do Jamor contra o Belenenses e à crítica que sofre o treinador Rui Vitória – em que alguns associados querem afastá-lo do Benfica – e pouco se fala…

Na verdade, no mundo Sporting, também têm acontecido tantos erros e de várias pessoas sobre o tanto criticado à Direção de BdC, e a CS desvaloriza e cala. Afinal agora não é importante. Porque será?

Mas o importante, mais uma vez, é o homem e o seu silêncio tem sido tão bom, mas, o homem, não deixou de viver, nem de poder usar as redes sociais (o Facebook não usou mais).

Deixem o homem em paz!

É um erro da CS com que propósito? Para favorecer quem e o quê?

Que a CS escreva mais sobre o que se passa no Sporting ou dos rivais.

E deixe de formatar a cabeça dos adeptos!

Saudações Leoninas

LAMENTO MAS NÃO SOU HIPÓCRITA

Algumas pessoas ficam escandalizadas quando eu afirmo que não sou deste clube a que chamam Sporting. Tenho 52  anos de sócio. Não comprei Game Box, deixei de pagar quotas, não vou ao estádio, não vejo os jogos na TV, não acompanho os resultados como não o faço com a outra agremiação do outro lado da segunda circular.

Mais: quero que percam todos os jogos que disputarem.

Mais ainda: Vibrei com a derrota com o Portimonense, vibrei com a derrota com o Arsenal e só lamento não terem perdido por mais!

Ah! mas continuo a ser Sportinguista. Continuo sim senhor. Mas como o Sporting não existe não tenho como gostar deste clube que o substituiu.

Estou a ser parvo? Fanático? Confundo Bruno de Carvalho com o Sporting?

Não, não e não!

Vejamos as coisas desta maneira, estabelecendo um paralelo com a política para ver se me compreendem melhor.

Imaginemos que a liderança do partido Socialista era tomada de assalto, assalto é o  termo correcto, por líderes do CDS. chegavam à sede do PS, faziam uma reunião para expulsar o seu líder, ocupavam as instalações e começavam a governar o partido.

Pergunta inocente:

Os militantes e simpatizantes do PS continuavam a apoiar o “novo” partido tomado de assalto por outro? continuavam tranquilamente a frequentar a sede do partido? davam apoio aos novos líderes?

Tenho a certeza que não!!!

Tudo fariam para voltar a repor a legalidade e continuarem a ser os Socialistas que nunca deixaram de ser!

Fiz-me entender?
Até para a semana

Sejam felizes
Arthur Santos

COMUNICAÇÃO, A CERTA

Muito se tem falado de Comunicação e postura nos últimos anos, no Sporting Clube de Portugal.

Fiquei chocado com os resultados da AG de 23 de Junho que ditaram o afastamento da Direcção anterior e a nomeação da putitiva Comissão de Gestão! E fiquei, porque nunca pensei que os Sócios dessem realmente mais importância à forma, que ao conteúdo! Mas o que é facto é que dão.

Queixavam-se que a comunicação era um problema, que não se podia continuar a fazer postas no FaceBook porque estes eram negativos! E prejudicavam o Clube…

No entanto…

torrespereira_jogadoresSó este ano, já tivemos o ex Presidente da Comissão de Gestão a afirmar que “Existem Jogadores que pensam que são craques!”. Numa clara crítica a Matheus Pereira e a Geraldes.

Mas a estrela da companhia é mesmo José Sousa Cintra…

cintrabtvO agora Ex Presidente da SAD, não pode ver um microfone que logo resolve declarar qualquer coisa… Normalmente asneira!

Antes do jogo com o Arsenal, no dia 22 de Outubro, e depois do “brilhante” jogo como o Loures, resolveu dar uma entrevista ao Record onde, entre outras coisas, acusou Peseiro de ser um indeciso e que por isso, não se teria apetrechado a equipa como se deveria…

E precisamente nesse momento que ele, José Sousa Cintra, estava a utilizar um amigo que era grande conhecedor da História do Sporting e uma enciclopédia viva sobre futebol e por isso, mais do que qualificado para ajudar a recrutar um par de jogadores, que logo o Peseiro, com as suas idencisões estragava a contratação…

Screenshot_20181009-214151Fora estas declarações proferidas por Bruno de Carvalho, onde quer que fosse e logo apareceria um verdadeiro coro de “virgens” vestais a clamar pela cabeça do homem por não saber comunicar e estar a prejudicar o Clube antes de um jogo importantíssimo.

No caso do Cintra foram todos para um restaurante de forma a renderem-lhe homenagem! Talvez a tão falada estátua ainda possa ser uma realidade… Penso que seria um verdadeiro monumento à estupidez humana, à sobranceria e ao egocentrismo. Uma espécie de avisa às gerações futuras.

varandascimeirapresidentes

E o que fez o actual Presidente da SAD perante estas declarações despropositadas do “amego” Cintra? Fez o que aparentemente faz melhor. Nada! Remeteu-se ao silêncio! Aliás ninguém da estrutura do futebol profissional saiu em defesa de José Peseiro…

Deve ter considerado que nenhuma destas declarações punha em causa activos do Sporting e portanto, deixou-se estar sossegado, porque se calhar não tinha uma resposta com cabeça, membros e pernas preparada…

José Peseiro teve ser ele mesmo a vir defender-se na conferencia de imprensa antes do jogo…

Agora sim temos a comunicação que queremos! Todos, mas todos mesmo falam! Seja ex Presidente da CG, seja ex Presidente da SAD, sejam notáveis, todos falam e todos adoram mostrar que sabem coisas… Não importa se estão a pôr em causa o Clube! Não!! Isso não importa mesmo nada.

Agora estas intervenções já não têm repercussões negativas na equipa de futebol…

Mas pronto é mesmo o que temos. Desde que seja ao Record, à Bola ou a CMTV, tudo é possível e bem-vindo para essa fatia de Sportinguistas que estão satisfeitos agora. Aqueles que ficaram contentes porque não perdemos por muitos contra o Arsenal…

É a “liberdade de expressão” a entrar outra vez no nosso Sporting! Finalmente somos outra vez livres de dizermos o que quisermos, quando quisermos, sobre o que quisermos, desde que seja para dizer bem ou para falar mal… Mas aí já só o podemos fazer se nos chamarmos Torres Pereira ou Sousa Cintra.

Os outros mortais sócios do Sporting só podem concordar e respeitar o pensamento único que os “defensores” das “liberdades individuais”, que pululam por essas redes sociais consideram ser uma opinião válida e unificante!

Saudações Leoninas

SPORTING DE PESEIRO PERDE APENAS POR 0-1

Já escrevi na minha página do Facebook , logo após o jogo, uma pequena crónica por causa da inclusão no onze inicial dos três jogadores: Petrovic, Gudelj e Battaglia. A lembrar os filmes do James Bond – 007, no caso, com o título: A Táctica 666 Ordem para Defender.

Não esperava tal opção e fiquei a pensar que sendo em casa, na próxima jornada europeia, como será o onze inicial por jogarmos em Inglaterra. Estou curioso!

Mas vi uma primeira parte positiva. Onde nem tudo foi perfeito mas cumprindo a exigência mínima.

Na segunda parte veio o descalabro. Menos condição física do que o adversário, mais desconcentração e uma derrota natural. Justa!

O que realmente deixou-me assustado foram as declarações do treinador José Peseiro!

«Tenho de estar contente com os meus jogadores» link ou lançar a dúvida de «Haverá fora de jogo no golo do Arsenal?» link. Criticar a arbitragem (que perdoou a expulsão ao central arsenalista, mas, que, na minha opinião não era penalty sobre Nani e também poupou a expulsão a Coates no período de compensação).

Preocupa-me. Minimizar as coisas. Procurar culpas nos outros. Focar-se nestas coisas não é, para mim, o melhor caminho.

“Empatar com o Arsenal, em casa, não seria mau.” diz Peseiro veja aqui

Depois foi giro ver, esta manhã, na SIC, Ribeiro Cristóvão defender este novo Sporting capaz de perder por poucos… Veja aqui

A mesma mensagem que o Treinador José Peseiro já tinha dito em conferência de imprensa no fim do jogo.

Não há coincidências!

Pena é a lesão de Stefan Ristovski. Não fosse isso e tinha sido tudo tranquilo, afinal, o Arsenal é uma grande equipa e muito forte…

Ah! Se possível, não coloquem no caminho do Sporting de Peseiro nenhum colosso europeu como passado recente, que, não sei o que diria se apanhasse um Barcelona, uma Juventus com Cristiano Ronaldo ou um anterior Real Madrid. Ou ainda, talvez, à escolha uma outra equipa alemã…

Nem vou questionar as suas substituições…

Fico-me por aqui. Mas não posso deixar passar a cereja de Peseiro com a sua afirmação:

“Todas as equipas têm levado (do Arsenal) 3 golos ou mais e nós levamos um!”

Estamos no bom caminho…

Saudações Leoninas

 

 

CRÓNICA SOBRE VARANDAS PRISIONEIRO

Comecei a pensar nesta crónica, estava eu em Milão, onde passei 3 dias em trabalho. Na sua principal Praça lá estava ele, o Leão, majestoso, poderoso, símbolo de força, junto da estátua de Vittorio Emanuele II, “o pai da Pátria Italiana”.leone-vittorio-emanuele-ii-monument-in

Itália tem excelente comida, excelentes carros, grandes clubes de futebol, mas também teve o “Calcio Caos”, o processo de corrupção que arrastou a Juventus para a Série B, iniciando o campeonato com -9 pontos na classificação, multa pecuniária, e perda dos títulos de 2004-05 – não atribuído a outro clube – e 2005-06 – atribuído ao Inter.

Em Portugal, o futebol passa por um processo, ou melhor vários processos, onde há suspeitas de corrupção e outros crimes, por parte de um clube. Fala-se de muita coisa, já há arguidos em alguns dos processos, mas os supostos corruptores ativos, dirigentes da agremiação rival, estão em liberdade, não estando, portanto, em prisão preventiva.

Mesmo havendo suspeitas e sendo arguidos, essa agremiação continua a sentir-se com direito a atacar tudo e todos – está no seu direito logo que dentro da lei – mantendo assim, os seus adeptos, convencidos que a direção está a defender o melhor possível o seu clube, mesmo que o “gato esteja escondido com o rabo de fora”.

Já no nosso Sporting temos uma direção que, chegada de fresco, continua calada no silêncio, sem dar uma prova de vida, parecendo que está no cárcere.

Varandas, não dá uma prova de vida em relação ao prometido durante a campanha eleitoral que “o campeonato de 2015/16 é nosso. Eu vi com os meus olhos muita coisa que não vai poder continuar”. Será que se referia a coisas como as que temos vindo a saber pelo caso “E-mails”? Mas então porque não fala? Está prisioneiro de alguma coisa que se passou entretanto?

varandaschora.jpg

Frederico Varandas, vê o seu treinador – sim, seu treinador, pois Varandas apoiou a decisão da contratação de Peseiro – mas dizia eu, que vê o seu treinador a ser atacado por Sousa Cintra e não vem defender o seu “grupo de trabalho”? Mas porque não defende o seu “grupo de trabalho”? Está prisioneiro de alguma coisa?

Varandas, que disse que os jogadores não tinham razão no pedido de rescisão por justa causa, que com ele todos voltariam e que iria defender os interesses do Sporting, anda agora, segundo os jornais, a “pedir ajuda a Jorge Mendes”. Mas Jorge Mendes é advogado especialista em rescisões? Esse não era o Juan de Dios Crespo? Está Varandas prisioneiro de alguma coisa?

Varandas nada diz acerca do rumo para o Sporting, nada diz aos Sócios, tem uma comunicação transmitida por canais oficiosos, pouco transparente, gerida de uma forma benfiquizada como já escrevera aqui na semana passada. Está prisioneiro de alguma coisa?

Adaptando ao atual Sporting o que dizia o co-fundador da Apple, Steve Wozniak – na imagem com Steve Jobs – acerca dos produtos que “inventava”: Varandas, ninguém vai amar este clube se tu não o amas.

stevewozniak

Varandas, como tu não o amas, quem o ama, vai, mais cedo do que mais tarde, criar uma alternativa. Uma alternativa para que os Sportinguistas e os seus Sócios se sintam majestosos, poderosos, tal como o Leão junto da estátua de Vittorio Emanuele II,  uma alternativa em que se revejam, com liderança, com um propósito, que defenda o Sporting, que não esteja calado, que transmita aos Sócios informação clara, porque essa é a melhor forma de os respeitar.

Até lá, Varandas, não espero nada mais do que fizeste até aqui, ou seja, nada. Não sei se por inaptidão ou porque não te deixam, mas na dúvida vou pela segunda hipótese e por isso esta foi uma crónica sobre Varandas prisioneiro.

Um abraço de Leão.

Nuno Sousa – Sócio 9.575-0 desde agosto de 1981

MOBILIZAÇÃO PRECISA-SE!

Hoje venho falar-vos de mobilização. E porquê? Porque se aproximam tempos importantes para o nosso Clube, em que os Sócios serão mais uma vez chamados a tomar uma posição.

O SCP vem de uma AG da qual resultou, pela primeira vez, a destituição de um presidente.

Presidente esse que acabou por ser suspenso por uma comissão de fiscalização presidida por um forte opositor do mesmo. Clube que, na época, tinha como presidente da SAD Sousa Cintra (que cada vez que abre a boca para falar desses tempos, se descobrem novos factos dos negócios desastrosos por ele levados a cabo).

Seguiram-se umas eleições discriminatórias pois não permitiram que o presidente destituído se apresentasse a votos – pondo de parte uma falange considerável (nunca saberemos ao certo a sua dimensão) de Sócios – que se viram obrigados a votar (ou não) em quem acharam que deveria ser candidato.

O que se avizinha: uma AG de extrema importância para a vida do Sporting onde, entre outros pontos, se votará o orçamento e relatório de contas do Clube. Se historicamente este tipo de assembleias não eram pautadas por grande mobilização, esta terá de ser forçosamente diferente.

É a AG o local próprio para que os sócios, de uma vez por todas, se pronunciem sobre os pontos em discussão, em vez de o fazerem nas redes sociais ou nas conversas de café.

Ao longo destes meses, tenho constatado um crescendo de contestação e revolta por tudo o que se passou e passa no Sporting. Pessoas descontentes, que se queixam e lamentam todos os dias com o rumo que o Clube leva.

Seja pela fraca capacidade do treinador da equipa de futebol sénior masculina, seja pelas pobres prestações dos jogadores. Ou então pelas derrotas nas várias modalidades ou ainda por termos um presidente que simplesmente não fala!

Nas redes fala-se de tudo. «Despeja-se tudo». Quando chega a hora de partir para a acção, são poucos e sempre os mesmos a ter iniciativa, e muitas das vezes, de forma desconcertada.

É incrível a quantidade de pessoas que leio que deixaram de pagar quotas, como forma de protesto. «Recuso-me a dar dinheiro a estes que lá estão» é a frase recorrente. Errado. Por dois motivos: primeiro, o Clube, acima de tudo, precisa da quotização. Independentemente de quem esteja ao comando, é pelo Sporting que temos de zelar. Depois, se não tivermos as quotas pagas, não temos o nosso maior trunfo, a nossa voz para tentar mudar aquilo com que não concordamos: o voto. Sem ele, nada podemos fazer.

É muito isto que se tem de combater. Não basta dizer sempre o mesmo, para as mesmas pessoas, nos mesmos locais. É preciso mostrar, com o voto, aquilo que queremos. Nunca a frase feita «passar das palavras à acção» fez tanto sentido!

De outra forma, não nos podemos queixar.

A MÃE DE TODAS AS AG’s

Este fim de semana foi fértil em acontecimentos no Sporting Clube de Portugal.

Foi o jogo com o Loures, foi o futsal e a derrota com o Benfica, o empate do FutFem com o Marítimo.

Para a nova semana arrancar em beleza, ontem saiu uma “belíssima” entrevista do Sousa Cintra (para que não fique a dúvida estou a ser irónico!), onde o Grande Presidente a prazo (olha a ironia outra vez) pôs tudo a nu! O Josepe Seiro então ficou sem roupinha nenhuma!

Apesar da importância destes acontecimentos, existe um tema que os supera a todos…

Na última sexta-feira escrevi sobre o mistério da votação do Relatório e Contas que podem ler aqui se ainda não o fizeram.

Nessa mesma crónica esqueci-me de mencionar que nesta Assembleia terá também de ser aprovado o Orçamento, porque não creio que tenhamos duas AGs seguidas no espaço de 2 semanas.

Assim sendo, esta Assembleia Geral do Sporting deverá ter uma ordem de trabalhos deste género :

Ponto 1 – votação dos Recursos das sanções aplicadas pela CF;

Ponto 2 – Aprovação do Relatório e Contas;

Ponto 3 – Aprovação do Orçamento do Clube.

Os pontos 2 e 3 são importantíssimos para a Associação Sporting Clube de Portugal (teremos oportunidade de nos debruçar sobre esses documentos assim que forem conhecidos), mas é o ponto 1 que me leva a escrever sobre aquela que é na minha opinião a Mãe de todas as AGs.

Os Sócios serão chamados a pronunciarem-se, e votar, o recurso das suspensões e expulsões decididas pela famigerada Comissão Fiscalizadora, esse grupo de “verdadeiros” democratas (Espero que estejam presentes na AG) comandados pelo inenarrável Henrique Monteiro.

rogerio-alves-scp-400x240.png

Seria importante que a MAG se pronunciasse sobre se vai deixar que os suspensos e expulsos apelem à Assembleia e exponham os seus argumentos. Se isto não acontecer seguramente acicatará ainda mais os ânimos de muitos sócios que irão estar presentes nessa AG.

Seria também importante que a MAG acabasse com essa aberração que é debater-se algo enquanto decorre a votação por voto secreto… Só mesmo no nosso Clube isto é feito assim! Espero que tenha sido mais uma originalidade de JMS, que Rogério Alves não recupere!

Ah e já que estamos neste tema das invenções e originalidades de JMS, tire-se lá a opção da Abstenção do voto em urna por favor!

E se por acaso a MAG não estiver a planear incluir esta questão na próxima AG, gostaria de relembrar aos seus digníssimos membros que existe requerimento entregue com os votos necessários para convocar uma AG para este efeito.

Esta só não foi convocada porque mais uma vez o JMS resolveu atropelar os estatutos de forma impune, uma vez que os mesmos não estabelecem poder discricionário ao presidente da MAG para decidir se convoca ou não uma AG, desde que os requisitos previstos nos estatutos se verifiquem!

Se realmente existe interesse, por parte dos actuais OS, em pacificar o clube, têm aqui um bom momento para o demonstrarem. Deixem de ter medo de discutir os assuntos mais quentes, pois, mais tarde ou mais cedo vão ter de o fazer e como os resultados do futebol estão… O melhor é despacharem-se.

Saudações Leoninas

OS 34 ANOS DO “LEÕES DE PORTUGAL” E DEMAIS INCIDÊNCIAS QUE MAIS À FRENTE SE LERÁ!

No dia 17 de Outubro passado, estive nas comemorações dos 34 anos dos “LEÕES DE PORTUGAL”,  uma digna instituição de Solidariedade Social que tem por missão:

“A nossa missão é a cooperação entre adeptos e simpatizantes do Sporting Clube de Portugal, promovendo acções de solidariedade social que têm por finalidade apoiar, auxiliar e incentivar os mais jovens, os mais idosos e os atletas, nomeadamente os do desporto adaptado, estabelecendo entre todos laços de integração social e de aprofundamento cultural.”

Depois do almoço, seguiu-se a Tertúlia “CANTO E POESIA”, coordenada pelo meu amigo José Branquinho (defensor de Bruno de Carvalho, ainda não saneado), director do Departamento de Cultura do Sporting e acolhida com muito carinho e dedicação pela minha amiga Mónica.

Ao contrário do que acontece noutras tertúlias, a sala dos “LEÕES DE PORTUGAL” estava repleta. Lotação esgotada. Normal, pensei eu, afinal é o dia do aniversário da instituição.

Estava eu tranquilamente em conversa com amigos, quando de repente, desgraça das desgraças, entra um senhor daqueles de fatinho e gravatinha, a distribuir sorrisosinhos falsos e alarves por onde passava. Todas as atenções se voltaram para o dito senhor. Quando vi quem era disse para os meus amigos:

  • Merda! se soubesse que este gajo ia aparecer aqui não tinha vindo!

Era como já adivinharam, um tal gajo que se diz presidente do Sporting Clube de Portugal e que dá pela alcunha de “Fivelas”. Virei a cara para o lado, tapei os ouvidos, não lhe tirei uma única fotografia.

O senhor, a vomitar sorrisos e palavrinhas de ocasião, sentou-se à mesa do almoço. Na altura protocolar, cuspiu um idiota discurso de circunstância, dizendo que:

  •  “sinto-me muito honrado em estar aqui”.

Sentou-se de novo, cortou uma fatia de bolo entre aplausos dos tios e tias presentes (são mesmo tios e tias, não estou a exagerar) e foi-se embora entre aplausos miseráveis. Presença na tertúlia de “CANTO E POESIA”, evidentemente que não!  ele quer lá saber de cultura. Nem deve saber o que a palavra significa. De cultura ele percebe do milhão que deve ter metido ao bolso pelo surreal e aviltante negócio do Rui Patrício (que o Bruno de Carvalho recusou), realizado neste mesmo dia. Finalmente milhões para o Mendes, migalhas para o “fivelas” e quero ver o que vai entrar nos cofres do Sporting. Desconfio que não vai entrar um cêntimo. Uma vergonha.

Claro, sua Excelência o senhor Presidente da Junta de Freguesia, um lacaio de sua Excelência o senhor Primeiro Ministro, esteve presente e botou discurso. Agora o Sporting já tem direito a ter representantes do poder nas suas cerimónias. Nem sei como o outro presidente duma Associação Criminosa do outro lado da segunda circular não esteve presente, está mal não participar nas comemorações dum clube filial da sua associação.

Uma pessoa ao meu lado comentou comigo:
– Este gajo é um merdas.
– Sim, tem razão e foi ele um dos mandantes de Alcochete.
– Quem? o Presidente da Junta?
– Não, o “fivelas”…
– Mas eu estava a referir-me ao Presidente da junta, mandante de Alcochete, foi o Bruno…
Claro está que a conversa acabou aí…

Depois da tertúlia, excelente diga-se, conversa no elevador.
– Não sei onde o Sporting vai parar. Destruíram o trabalho do Bruno – disse eu a um tertuliano.
– Nem pense nisso, retorqui o dito senhor, o Bruno já não tinha condições…
Claro está que a conversa acabou aí…

Já não argumento. Estou como um médico meu amigo que farto de aconselhar que não se deve fumar porque o tabaco é muito prejudicial à saúde me dizia:
– Enchi. Vou deixar de tentar convencer os meus pacientes que a terra é redonda. Se pensam que ela é quadrada, que pensem, quero lá saber. Desisto!

Já agora, fiz à mesa de almoço um pequeno poeminha, dedicado aos “LEÕES DE PORTUGAL” e que disse na tertúlia (obviamente sem a presença do dono da fivela).

LEÕES DE PORTUGAL
17 de Outubro de 2018
 
estamos nos leões de Portugal,
estamos na solidariedade social,
somos feitos de Sporting.

estamos na festa dos trinta e quatro anos,
somos diferentes sem enganos,
somos feitos de Sporting.

longa vida aos leões de Portugal!
viva o Sporting Clube de Portugal!

Até para a semana
Viva o Sporting Clube de Portugal!

Page 1 of 4

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén