SÓ SEI QUE NADA SEI

A propósito da minha última crónica, a mesma foi agraciada com um comentário de um leitor atento e assíduo, que simpaticamente, entre outras coisas, me mandou «arranjar um trabalho, porque de Sporting» não percebo nada».

Sou forçada a concordar com tão informado leitor. De facto, deste Sporting, eu não sei nem entendo nada. E passo a explicar porquê.

Não entendo, como de um momento para o outro, a transparência deixou de fazer sentido, a quem, noutros tempos não tão longínquos assim, era uma exigência absoluta.

Não entendo porque não saiu a convocatória da Assembleia Geral no Jornal do Sporting, tal como obrigam os estatutos. Então não são os estatutos a espinha dorsal do clube? O incumprimento dos estatutos não dá direito a destituição?… Pelas minhas contas, seria a 20/9 que teria de constar a convocatória da AG de aprovação das contas do Clube, do exercício 2017/2018. Mas lá está, se calhar, sou mesmo eu que não percebo nada disto.

Também tive algumas dificuldades em entender a comunicação à CMVM dos movimentos de mercado da janela deste verão, com os devidos encargos. Já deu para ver que alguns negócios não têm pé nem cabeça. Para mim claro, que não sei nada disto. Não vi os novos contratos e/ou condições dos jogadores que rescindiram e depois voltaram. Não consegui vislumbrar as cláusulas dos empréstimos internacionais. Informação incompleta, que gera dúvidas. Mas se antigamente se falava demais, hoje o silêncio impera.

Impera, mas não para todos. Tema fracturante da semana: a conferência de imprensa de José Peseiro. Para alguns, foi perfeitamente normal Peseiro vir a público fazer questão de dizer que «o Nani teve um comportamento inadequado e reprovável». Para mim, não é normal que um treinador venha falar desta forma, daquele que é o capitão da equipa. Principalmente num dia em que estala a polémica sobre o assunto «Jonas/Rui Vitória» e a saga das contas pirateadas. No dia seguinte ao rival empatar um jogo.

Então voltamos a virar o foco para nós? Onde andam os defensores de que estas coisas se tratam internamente?…Não seria tão fácil ao treinador responder «Estes assuntos são do foro interno e assim serão tratados»?

Será que estou esquecida, ou ainda há bem pouco tempo, este tipo de atitudes eram severamente condenadas por meio mundo Sportinguista? Se Nani pediu desculpa, como foi referido, qual a necessidade de voltar a falar do assunto? Se foi castigado com multa (como se leu) e não foi convocado (como se viu), porquê alimentar a questão? Qual o objectivo?

Voltando aos silêncios e sim, sei que já falei sobre isto. Continuo à espera que o presidente do meu Clube venha contar tudo o que sabe sobre o campeonato 2015/2016, a fim de repor a verdade desportiva, tal como prometido em campanha. Isto não é importante saber? Não estão interessados?!

Para terminar, um silêncio incompreensível que durou mais de 24 horas: o jogador do Sporting Rafael Barbosa foi agredido pelo presidente da SAD do clube algarvio. As palavras que surgem em defesa do nosso jogador são escritas em comunicado lançado domingo, às 23h. Uma situação grave como esta merecia condenação imediata do presidente, em horário nobre.

Mais uma atitude, no meio de tantas outras que não consigo entender. Antigamente falava-se demais? Pois agora simplesmente não se abre a boca. Nada como jogar pelo seguro e seguir o velho ditado popular: mais vale manter a boca fechada.

Desta forma não entra mosca nem sai o que não deve. Creio que a estratégia, neste momento, deve passar mais pela segunda hipótese, uma vez que a oralidade não é, de facto, um ponto a favor do actual presidente.

Mas devo ser só eu a estranhar, que só sei que nada sei, deste novo Sporting.

Comentários do Facebook

Previous

QUEM QUER TRAMAR O NANI?

Next

O JOGO TÂNTRICO, A PROVIDÊNCIA E A ESTRATÉGIA CAUTELAR

11 Comments

  1. Miguel fernandes

    Bom artigo. Não consigo deixar salientar que me parece correcto o silencio do Presidente do Sporting, visto a sua extrema dificuldade em articular uma frase, aspecto que me faz imensa confusão!

  2. Ola querida Kuka! Bom artigo. Atreves-te a por o dedo na ferida, Não es só tu que não percebe o que se passa. Eles também não!
    Estamos claramente numa fase menor e de transição. Não concordas?
    SL

    • KukaGR

      Olá Aj Sa. Obrigada pela visita. Concordo, infelizmente com a fase menor. Veremos em relação à transição. Estamos atentos!

  3. Nasser

    Sempre bem ! Parabéns

  4. Boa tarde,
    eu não quero ser “mau”, mas tenho de dar razão ao leitor que disse que a KukaGR de Sporting não percebe nada… e pior é que neste artigo diz que não percebe nada deste Sporting, mas ao longo do texto mostra que também não sabia nada do Sporting anterior. Resumindo, NÃO percebe NADA de Sporting (deste ou doutro, que para mim há apenas um).
    A KukaGR se queria dar o ar da sua graça, devia pelo menos ter ido verificar os factos e assim não caia no ridículo de fazer um artigo que mostra precisamente o contrário daquilo que queria provar, senão vejamos:

    1º Se a KukaGR percebesse de Sporting saberia que os estatutos estabelecem que a AG ordinária deve ser efectuada até dia 30 de Setembro. NO ENTANTO, existe “uma folga” de 15 dias que pode ser aproveitada antes de existir consequências para a direcção.

    2º A KukaGR TAMBÉM não percebe nada daquele que chama de “Sporting de antes de agora”, senão saberia que a direcção anterior também utilizou esse hiato de 15 dias por diversas vezes, senão vejamos as datas: 04-out-2013 05-out-2014 02-out-2016.

    3º A cessação do mandato ocorre se se ultrapassar o tal hiato de 15 dias, tal como está explicito nos estatutos, e não de forma imediata a 30 de Setembro (senão a direcção anterior tinha perdido mandato por 3 vezes).

    4º Da comunicação à CMVM, fala de falta de transparência, mas a comunicação foi feita nos mesmos moldes dos anos anteriores.

    5º Fala a KukaGR que não viu contratos e eu pergunto: Alguma vez na história do Sporting, alguma direcção publicou contratos de jogadores? Aliás, se bem me lembro, a direcção anterior ficou extremamente abalada quando um determinado contrato veio a publico “pelas mãos” do wikileaks e o presidente dessa direcção (vulgo bruno de carvalho) veio a publico acalmar os sócios dizendo que era uma questão de dias até os autores da fuga estarem atrás das grades… passaram anos e ainda ninguém foi apanhado!!!!

    6º Em relação a Peseiro, dou-lhe (à KukaGR, não ao Peseiro) 100% de razão

    7º Em relação ao Rafael Barbosa, tudo o que o Sporting NÃO podia fazer era reagir a quente sem conhecer os factos. Se o Sporting reagisse a quente com uma condenação imediata como a KukaGR “exigiu”, e mais tarde os factos viessem a mostrar que Rafael Barbosa era “culpado” no ocorrido, o Sporting perderia imediatamente a face… aliás como ocorreu inumeras vezes na direcção anterior…

    Resumindo… não sei quem referiu, nem sei em que relação a que texto foi, mas efectivamente tenho de concordar com quem disse que a KukaGR não percebe nada de Sporting… e eu acrescento para que não hajam duvidas, não percebe nada deste nem do anterior, tal como facilmente consegui comprovar com FACTOS.

    Se me permite um conselho, para o futuro, sempre que pretenda escrever um texto sobre algo, no mínimo informe-se primeiro para depois não acabar a fazer figura ridícula como ocorreu neste caso.

    • KukaGR

      Caro Rui Patricio,

      Muito obrigada pela visita e pelo comentário. Sabe que a escrita neste blog é um exercício livre e de opinião, onde dou o ar da minha graça como lhe chama.

      Mas faço questão de lhe dizer que se para si há só um SCP, parabéns. Este atual, não é aquele em que me revejo.

      Aquilo que para si é ridículo, para mim é claro.

      Senão vejamos:

      1. O que chama folga, é um prazo extraordinário. E como escreve, não disse mentira nenhuma: “os estatutos estabelecem que a AG ordinária deve ser efectuada até dia 30 de Setembro”.

      2. Quando convém, já se pode ir buscar exemplos à direção anterior? Muito bem. Que tal ir buscar também todos os bons exemplos?

      3. Da comunicação à CMVM, nem sequer vou discutir quando o Rui diz que foi feita nos mesmos moldes. Faltam os elementos que referi no texto e se o Rui está satisfeito com isso, eu tenho o direito de não estar.

      4. Contratos em sentido figurado, obviamente. Não preciso de ver os contratos mas preciso de saber os seus moldes. Ou é daqueles que acredita que todos os que rescindiram vieram com as mesmíssimas condições?

      5. Não passaram anos, mas passou quase um mês e continuo à espera para saber o que sabe o Varandas da época 2015/2016. Quanto ao responsável da fuga wikileaks não estar atrás das grades… Só falta mesmo o “vulgo” Bruno de Carvalho, como lhe chama, também ser culpado da ineficiência da justiça portuguesa.

      6. Vá lá! Nem tudo é mau! Em alguma coisa acertei…

      7. Em relação ao Rafael Barbosa, é a SUA opinião. Respeito, mas não concordo. Não escrevi que queria que o Sporting reagisse a quente. Escrevi que não podia esperar para reagir mais de 24 horas depois, às onze da noite, a um assunto daquela gravidade.

      Resumindo… O Rui pode sempre criar um blogue para dizer de sua justiça. Garanto que o vou ler. E parceiros de escrita não lhe vão faltar certamente.

      Não lhe permito conselhos nem “distritos”, mas agradeço mais uma vez a visita. SL

      • Rui Patrício

        Caríssima KukaGR,
        não pretendo entrar num “bate-boca” consigo, no entanto deixe-me clarificar o seguinte para que não hajam dúvidas:

        1- No seu texto a KukaGR estabelece uma causa-efeito entre a A.G.O. não ser realizada até dia 30 e a destituição desta direcção. Pode dar as voltas que quiser agora, mas o que escreveu é errado.

        2- Este foi o meu 1º comentário por isso não tem razão de saber o que eu acho da direcção anterior e que exemplos eu vou ou não buscar. No entanto a KukaGR tem as suas ideias muito claras entre a actual e a anterior… só é curioso, e este texto é um bom exemplo, que na ânsia de criticar os de agora, se esqueça que os de antes, fizeram igual… dai eu dizer que faz figura de ridículo.

        4- Com essa do “sentido figurado” fez-me rir… parece os “putos” que quando são apanhados a dizer asneira depois dizem com ar angelical “eu só estava a brincar”…

        5- Não percebi essa do estar à espera do Varandas dizer o que sabe… comentou esse assunto no texto? Eu disse algo em relação a isso? Ou é misturar assuntos para ver se acerta em algum? Quanto à parte de BdC ter “culpa” da ineficiência da Justiça isso não tem, mas tem culpa pela comunicação que fazia… que eu saiba não foi a Justiça que o obrigou a vir a publico tranquilizar os sócios a dizer que os autores já estavam identificados e que era uma questão de dias até estarem atrás das grades. Ou BdC foi manietado por alguém para fazer essas comunicações?

        6- Quando diz “condenação imediata por parte do Presidente”, não é reagir a quente? E bem o SCP podia esperar 24 horas como podia esperar 1 semana, o que o SCP não podia era reagir sem ouvir o jogador e sem ouvir a direcção do Portimonense. Se ouvir as duas partes demorou 24 horas, é indiferente, o que importa é a direcção ter imediatamente tentado ouvir as 2 partes e depois emitir a sua opinião (neste caso em defesa do jogador, mas podia não ser). Compete agora, manterem uma postura rígida neste caso e é isso que eu vou exigir a esta direcção.

        Quanto à ideia do blog, agradeço, no entanto já faço parte de um que a KukaGR visita com relativa regularidade 😉

        Sei que não me permite conselhos, no entanto recomendo que lei-a o último texto do seu colega redactor José Gil, pois o que ele diz é 100% acertado. Os “brunitas” (pessoalmente detesto este termo) estão a cair no erro dos “ex-sportingados” (outro termo que abomino), ou seja, criticam apenas por criticar e depois fazem figura de ridículo. Falem com factos, falem correctamente e serão ouvidos… continuem nesta senda de dizer por dizer e em breve ninguém vos ouve… gritarão “lobo” e ninguém ouvirá…

        • Bom dia “Rui Patricio”. Ponho entre aspas o seu nome, pois sei que está a utilizar um petit nom!

          Olhe eu exijo ver esses contratos que fala no ponto 4! E sabe porquê? Porque quero saber se é verdade o que nos foi dito! Que estes jogadores tinham voltado por amor ao Sporting! E a única forma de o comprovarem é mostrarem os novos contratos, tal como menciona a comunicação à CMVM!
          A Kuka exagerou no castigo, mas não na falta! De facto, não existe nenhuma folga nos estatutos. existe sim um prazo que, sendo ultrapassado, resulta na destituição. Não pode comparar o antes com o agora, pois antes não se cumpriam os estatutos (segundo palavras de tão doutos e Notáveis Sportinguistas) mas destituiu-se uma Direcção exactamente para os fazer cumprir (mais uma vez nas doutas afirmações destes “mestres” Sportinguistas) e esta Direcção foi eleita sob esse mesmo principio! Aliás a apresentação de contas da SAD já foi feita e as do Clube não… Porque será? Não terá o Accionista Principal o direito de as conhecer antes de serem apresentadas e votadas na SAD? Por isso Rui desculpe mas esta Direcção já está em falta!
          Relativamente ao Rafael Barbosa retive um comentário feito no seu outro comentário… Vários incidentes onde perdemos a cara? Com que anterior Direcção pode especificar e quais?
          Espero que continue a vir ler-nos e a debater.
          Cumprimentos

          • Rui Patrício

            Caro José Gil,

            antes de mais, “Rui Patrício” há muitos, não apenas o que joga agora no Wolverhampton 😉 mas não desminto que é/foi uma pequena “provocação”.

            Quanto aos jogadores jogarem exclusivamente por amor ao clube… desafio-o a numerar no futebol profissional 1 único que o faça. Ninguém acredita nisso e como é óbvio estes agora também não regressaram por amor exclusivo ao clube (nem nunca ouvi ninguém a dizer isso)… o que pode ter havido (e acredito que sim) é uma conjugação de amor/carinho pelo clube com melhorias contratuais. Mesmo a existir algum que tenha regressado sob as condições anteriores, não o fez por amor exclusivo ao clube, fê-lo para evitar problemas e pela estabilidade, seja na vida pessoal ou na profissional.

            Quanto a comparações com o antes e o agora, se acha que as mesmas não se devem fazer, fale com a sua colega redactor, não comigo, pois o texto dela é um antro de comparações… aliás, o “erro” dela, foi mesmo querer entrar em comparações, pois ai perde todos os argumentos contra factos.
            Exemplos? comparou transparência, comunicações à CMVM, estilo de comunicação da direcção, comunicação do treinador e estratégia… tudo num único texto…

            Quanto às contas, sendo a SAD uma participada do Clube, considero que as da SAD devam ser sempre escrutinadas primeiramente, até para que em A.G. do clube as mesmas possam ser discutidas (se houver motivo para isso). Não nos vamos esquecer que as contas da SAD são distintas do Clube. MAS, sou da opinião que ambas devam ser escrutinadas atempadamente e não “em cima dos prazos legais” e pessoalmente até defendo que o clube deveria trabalhar para que entre a AG da SAD e a AG do clube houvesse sempre um período mínimo de 15 dias para que os sócios pudessem esclarecer eventuais duvidas/questões ou se pudessem preparar para a AG do clube.

            Quer exemplos de incidentes em que perdemos a face? Nem é preciso ir muito longe… O anterior Presidente faz uma comunicação publica, a quente, infantil, a suspender 19 jogadores da equipa principal… depois, quando percebeu (ou o fizeram perceber) o que estava a fazer, voltou atrás na palavra… que credibilidade possui uma instituição que age desta forma?

            Quanto a vir debater o Sporting, terei todo o gosto, sempre, desde que seja debater com educação (picardias acho inevitáveis, ofensas gratuitas não), factos, clareza e sem fanatismos (para uma ou outra parte que nem no Sporting nem em lado nenhum existem “santos”)…

          • Rui, desculpe mas parece que me lembrei de assinalar a sua provocação com as aspas e esqueci-me das mesmas no amor ao Sporting. Então estamos de acordo! O que foi comunicado à CMVM não foi transparente, pelos menos nesses casos. Porque nestes casos foi perentoriamente afirmado que eles tinham voltado sem haver contrapartidas!
            As comparações do antes e do agora serão sempre inevitáveis! Além do mais, nunca o Sporting esteve tão polarizado como está hoje!
            Relativamente às contas da SAD o seu comentário deixou-me confuso… Devem estas ser apresentadas primeiro, e aprovadas, ao accionista principal ou não? É que o Sporting Clube de Portugal não mandatou ninguém para tomar posição nesse caso. Particularmente agora, nos dias que correm, parece-me ainda mais necessário. Mas eu percebo que uma AG do Clube agora não dê jeito nenhum wink wink.
            Ah esses? Bem nesse estamos de acordo! Nunca o poderia ter feito! Mas falou em muitos e eu fiquei com a ideia que seria mais profícuo no número de exemplos. Afinal ficou-se pelo único que em nada é comparável ao do Rafael Leão.
            Meu caro este é um espaço democrático, aberto a todas as sensibilidades. Quem vier por bem será sempre bem recebido. Quem não o fizer, terá uma resposta à altura!
            Obrigado e SL

  5. ruy de faria lopes

    e obvio que o SCP esta dividido e penso que tao cedo nao havera UNIDADE…sobretudo enquanto nao se provar 1 de 3 “coisas” : 1- que BdC prejudicou propositadamente o SCP para beneficio proprio. 2 – que BdC comprou jogos (cashball). 3 – que BdC efectivamente comanditou o ataque `a Academia…
    Ai, BdC sera totalmente desacreditado e os “Brunistas” (sou um deles) terao obrigatoriamente de se distanciar dele e, entao, obrar no sentido da UNIDADE…ate la…digo NAO aos golpistas !!!

Deixe-nos o seu comentário

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén

%d bloggers like this: