Hoje é o dia em que tenho de voltar ao tema daquele que eu chamo de «Quarto poder». E porquê? Porque ontem sou surpreendida com mais uma notícia fantástica pela ginástica de efabulação e criatividade levada a cabo, mais uma vez, por esse gigante da mentira que é o Correio da Manhã.

O que domina a actualidade futebolística neste momento? O caso do hacker português que, alegadamente, divulgou os e-mails do SLB. O que é preciso fazer? Desviar as atenções de tudo o que se está a passar, colocando o foco no meio e não no conteúdo. Como se concretiza o objectivo? Ligando Bruno de Carvalho ao assunto. E de que forma? Criando novas notícias (mesmo que inventadas) para fazer desaparecer as velhas. E assim temos a velha cartilha a funcionar em pleno.

Vejamos a notícia:

Portanto: BdC esteve em Budapeste em 2016. BdC foi a uma discoteca divertir-se. Rui Pinto, o alegado hacker, vivia em Budapeste. Logo, qual Ponte das Correntes, liga-se o Buda à Peste e está feito o argumento para o Correio da Manhã!

O ridículo é tal, que pelas redes sociais espalham-se piadas a um ritmo estonteante. Deixo aqui uma pequena selecção:

Tem de se ridicularizar para denunciar o ridículo. É neste tipo de notícias que grande parte das pessoas preferem acreditar?…