Introdução:

Há dois grandes amores na minha vida: A escrita e o Sporting.

O PROJECTO BANCO DE SUPLENTES

Quando pensei este projecto na blogosfera, a base foi sempre a de pensar o Sporting.

Opinar sobre o Sporting – passado, presente e futuro – com rigor, paixão e verdade.

Pensei em convidar algumas pessoas que fossem sócios do Clube e que pudessem dar a sua visão do mundo Sporting, mas com três premissas importantes para mim:

  1. Conhecê-las pessoalmente
  2. Darem a cara pela sua escrita recheada de convicções
  3. E total liberdade para escreverem o que quisessem

Foi assim que começou. O blogue vai crescendo em seguidores e porque o mundo Sporting não pára, vamos conversando entre nós as metamorfose do Banco de Suplentes com o único intuito de melhor comunicar com os Sportinguistas. Por isso, não abdicamos o uso das redes sociais – Facebook e Twitter – e é sempre importante termos as vossas reacções as crónicas que escrevemos.

O OUTRO LADO

Uma das minhas razões para voltar à blogosfera foi, de facto, o que aconteceu com o meu Facebook. Conta desactivada, ou seja, o perfil pessoal de alguns anos e a minha página pessoal onde escrevia sobre o Sporting. Embora agora tenha uma página, não sei até quando a terei, a avaliar por tudo o que tem acontecido.

Mas muita coisa tem mudado. E como deixei de comentar o desporto na Sporting Tv desde 22 de junho de 2018 – eis o momento aqui – embora tenha permanecido na parte cultural com o “Virar a Página” a rubrica que deu origem à minha iniciação no Canal do Clube em 27 de outubro de 2016 e que estarei eternamente grato a todos, em especial ao Rui Miguel Mendonça, por a grande oportunidade que me deu, também tive a felicidade de criar o “Conversas na Lua” que tanto prazer tive em fazê-lo e que está parado à espera de patrocínios.

A Sporting Tv, para mim, será sempre uma casa especial onde trabalham grandes profissionais e Sportinguistas que amam e sofrem pelo Clube. Nunca será por demais agradecer-lhes a ajuda que sempre deram e a cumplicidade que abraçaram em todos os dias que fui e foram muitos.

O futuro ninguém sabe ou advinha. Mas é sempre bom saber que há quem queira um Sporting livre!

Sempre tive o sonho de servir e defender o Sporting e através do Canal, aconteceu, em todas as vezes que defendi os atletas, os treinadores e os dirigentes, sempre que falei dos rivais ou das instituições portuguesas que deviam ter uma maior independência, transparência e rigor para o bem do desporto português!

PAR JF 03072017.png

E AGORA O QUE SE SEGUE?

Esta poderia ser uma pergunta pertinente, com várias direcções, dos Sportinguistas!

Por aqui continuaremos a opinar. Provavelmente com a entrada de reforços para a escrita, talvez com crónicas Bi-diárias ou em outras formas a estudar em conjunto com esta fantástica equipa de Suplentes que assumem a titularidade pela via da palavra.

Eu tenho uma certeza: Nunca deixarei este amor eterno que todos sabemos chamar-se SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!