CARTA ABERTA A JAIME MARTA SOARES

Caro Jaime,

Gostaria de começar esta carta por lhe dizer o quanto o desprezo.

Não é algo do qual me orgulhe mas, no seu caso, abro uma excepção pois, tudo o que tem feito nestes últimos meses, só serviu para justificar este meu sentimento por si.

A AG de 17 de Fevereiro

Deixe-me começar por lhe confidenciar que, desde este dia, fiquei desconfiado do seu comportamento neste processo todo.

Já anteriormente me tinha parecido estranho o relato do seu comportamento na condução dos trabalhos da AG de dia 3.

Nunca tinha vista um Presidente de Mesa tão mau, até o ver a si a comandar essa AG! Tudo foi de uma incompetência atroz!

Destaco algumas das “atrocidades” cometidas, a saber:

  • Inclusão da “Abstenção” no boletim de voto;
  • Condução das votações de braço no ar (já é imagem de marca);
  • Discussão dos 3 pontos num só, sem consentimento prévio da AG e votação conjunta dos 3 pontos em simultâneo;
  • Forma como ignorou as interpelações à Mesa, os pedidos de esclarecimento e pedidos de defesa da honra;
  • O descontrolo mostrado nas alturas mais criticas da AG!

Mas o Jaime não estava, todavia, a ser incompetente pois não?

Estava sim a testar a maneira de perpetrar o Golpe!

Ao estudar os Sócios e o seu comportamento na AG descobriu como, posteriormente, conduzir a derradeira AG, a de 23 de Junho!

A AG de 23 de Junho

Nesta AG atingiu o ponto mais alto da sua “incompetência”! Senão vejamos:

  • Rejeição liminar de requerimentos e pontos prévios sem sequer os por à votação!
  • Votação de braço no ar da acta da AG anterior que, já tinha sido aprovada na última AG!
  • Não assegurou que todos os sócios ouviam a nota de Culpa antes de votarem, em primero devido à forma como foi lida e em segundo porque nem todos estavam na sala na altura da sua leitura!
  • Deixou que os votos tivessem um código de barras pondo assim, em causa, o secretismo da votação de cada um!

E no final mais dois atropelos, pois juntou-se à contagem dos votos (era partidário do Sim e logo parte interessada na votação) e somente divulgou os resultados à 1 da manhã, não tendo posto à votação a continuação da AG para o dia seguinte, como tinha obrigação de o fazer!

Em qualquer outra Instituição, com outro tipo de associados Jaime, nenhuma destas AG’s, certamente, teria chegado ao fim!

Em qualquer partido político, inclusive o seu, não lhe teriam permitido agir da forma como agiu sem haver, certamente, consequências para si e para os membros que o acompanham no órgão!

Por Fim…

Espero que tudo que o Sporting está a passar, por sua causa, sirva pelo menos, como sério aviso a todos os associados presentes e futuros.

Que estes percebam a importância que o PMAG tem na instituição e do mal que lhe pode causar.

Que por desconhecermos os estatutos e as formalidades da nossa associação, podemos perder o seu controlo para “Artistas” como o Jaime, que não amam nada nem ninguém.

O Jaime é, sem qualquer dúvida, o pior Presidente de Mesa da Assembleia Geral dos 112 anos de história do Sporting Clube de Portugal!

E tudo o que escrevi não é forte o suficiente para demonstrar-lhe a vergonha de o ter como associado do meu clube, e o desprezo que sinto por aquilo que o Jaime representa!

Passar bem!

Comentários do Facebook

Previous

AS FORÇAS DO APAGÃO ALIADAS AS FORÇAS DA LUZ

Next

O MUNDO SPORTING DE HOJE

5 Comments

  1. Paulo Monteiro

    excelente

  2. Arthur Santos

    José Gil, não podia estar mais de acordo.

    Já me convenci que a golpada vai sair vencedora de todo este processo.
    Os Maçons têm muito poder e controlam todos os interesses económico/financeiros do país. Não olham a meios, Mais do que isso têm o poder de intoxicar e de dominar os cérebros de gente mal preparada que ainda vive sob o jugo da doutrina Salazarista.

    Somos um povo estúpido, mal educado, sem princípios cívicos que não respeita ninguém.

    somos um povo que acredita em patranhas e mentiras como se fossem verdades, mesmo que isso atente contra a dignidade, a liberdade e a honestidade de pessoas de bem.

    Somos um povo que subjugado por fenómenos hierárquicos e por pessoas ditas “importantes”, dá sempre razão às razões vindas de pessoas e grupos do poder.

    “Eles” têm cursos superiores, cargos importantes, sabem falar, conhecem os assuntos por dentro portanto têm razão. NADA MAIS ERRADO.

    Mas… como a democracia é um sistema “cego” (mesmo sendo o melhor dos piores), as pessoas votam intoxicadas e dominadas por interesses que não são os seus e mais tarde acusam em quem votaram. Mas não se trata de arrependimento, é apenas mal dizer porque da próxima vez voltam de novo a votar “neles”

    Serve isto para dizer que não vale a pena.
    Eu não desisto. Continuo a pensar da mesma maneira.
    Não abdico.
    Mas tenho a consciência que é uma luta inglória.

    Com a devida vénia, cito uma pssagem dum artigo do Blog “Viriatus”:

    “Por outro lado, existe também “uma burguesia média e média-alta citadinas para quem a máxima é gozar a vida, sem horizontes nem amanhãs. Parece que três deuses enchem por completo o coração desta gente: ter, prazer e poder. Valores? Que valores? Cada um que se safe! Egoístas até ao fundo, só pensam no seu próprio bem-estar, o resto é paisagem.

    E se pensarmos que é esta gente que, através de lobbys bem organizados e pouco ou nada transparentes, está por trás dos decisores políticos, económicos e jornalísticos, compreendemos que estamos bem entregues… A crise começa na ausência de valores e derivam daqui as muitas crises económicas e sociais.

    Às vezes parecemos um povo infantil: só causas concretas e imediatas nos movem. Somos capazes de fazer uma manifestação porque na cantina de uma escola foi encontrada uma lagartixa na sopa (ou falta papel higiénico no WC), mas nunca nos movimentamos por valores éticos.

    Como é que um povo sente uma minoria de privilegiados a ganhar fortunas e não se revolta, quando no mesmo país há reformas de miséria que não dão sequer para os medicamentos?”

    Digo eu:
    A cura de desintoxicação vai ainda demorar décadas se é que alguma vez vai ter cura. Uma das vias é a cultura. É o saber mais. É ler. É saber conversar. É TER RESPEITO PELOS OUTROS.

    Um povo é tanto mais culto e inteligente, quanto mais respeitar os outros. É PURA E SIMPLESMENTE UMA QUESTÃO DE EDUCAÇÃO. (que não temos nem sabemos o que isso é).

    Tenho dito
    Arthur Santos

    • Arthur é isto que chamamos uma crónica dentro da crónica! Bem haja pelo seu comentário, pois revejo muito do que é a minha opinião, sobre este assunto, vertido nele!

      Aquilo que mais me assusta, neste processo todo, é a passividade com que os Sportinguistas aceitam e branqueiam esta situação ilegal! Estão cegos para as consequências de legitimarem este acto eleitoral, só porque estão fartos deste ou daquele personagem! E não percebem a enorme factura que estão a aceitar por este branqueamento. Arriscam-se tão somente a perder o clube que tanto dizem amar, pois este processo poderá ser usado contra quem for incomodo de seguida!

      Um grande abraço

  3. Carlos Rodrigues

    Em primeiro lugar gostaria de concordar com o texto do “JOSÉ GIL” e que me revejo completamente nas suas palavras “Jaime Marta Soares ” é um nojo que infelizmente vai ficar na história do Sporting Clube de Portugal é um ser rastejante sem coluna vertebral, enganou toda a gente incluindo Bruno de Carvalho. Em segundo agradecer-lhe,porque as suas palavras deviam ser lidas por todos os sportinguistas porque exprimem a verdade do que aconteceu! Abraço

Deixe-nos o seu comentário

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén

%d bloggers like this: