Desenganem-se aqueles que sempre pensaram que a Comunicação Social é o quarto poder. Com tudo o que temos observado, nos últimos três meses, só não é o primeiro, porque ainda acredito na Justiça. Mas a forma como este suposto quarto poder consegue pressionar, manipular e influenciar as massas é verdadeiramente assustador.

Na passada Segunda-feira, todos os órgãos de comunicação social replicaram, até à exaustão, a notícia que, Bruno de Carvalho ordenou aos bancos – através do envio de correio eletrónico e fax – que congelassem as contas do Sporting. A notícia do CM é confirmada mais tarde pela CG que responde com um comunicado onde afirma que irá proceder a uma queixa crime por fraude. Mas a esse assunto, regresso mais tarde.

Uma leitura atenta dos Órgãos de Comunicação Social (OCS) online deixa observar que todos, sem excepção, “copiam” a notícia do CM. Não há um dado novo, uma declaração nova, um documento, uma fotografia. Não há, portanto, investigação. Há um suposto exclusivo de um jornal/TV, copia-se e não mexe mais.

Todos referem ora um email, ora um fax ou até uma carta que é enviada aos bancos. Mas, até hoje, ainda não vi aparecer um único vestígio das chamadas “provas” que sustentam a notícia. Temos então a palavra do CM e da CG. Dos bancos? Nada. A TV dos exclusivos não tem um único documento que sustente o que noticia?… É, no mínimo, estranho!

Mais tarde é divulgado um comunicado de Bruno de Carvalho que desmente categoricamente essa “ordem”, mas a notícia continua em loop. Ou seja, o que é repetido até à exaustão, na tal pressão e manipulação das massas, é que houve uma ordem para congelar as contas do SCP (Confesso que desconhecia tal poder de BdC. Deve ser o quinto…).

Quanto ao comunicado da CG, que foi publicado no website do Sporting Clube de Portugal às 22:33h, onde se informa que vão participar criminalmente de Bruno de Carvalho, junto do MP, por fraude… desapareceu como por magia e já não está online. Será que tal aconteceu porque não existe crime de fraude no Código Penal? Será que afinal, as coisas não são bem como nos quiseram fazer “acreditar”?

Termino com mais um exemplo da tal “manipulação”. Estava prevista, para hoje, uma entrevista de Bruno de Carvalho ao podcast #Sporting160. Em comunicado, os autores anunciaram o cancelamento da entrevista. O motivo: um dos seus apresentadores e respectivos familiares terem sido alvo de ameaças, devido à participação de BdC, mas continuado com as entrevistas agendadas aos outros candidatos.

O que notícia o CM: “Bruno cancela entrevista após ameaças (…)”. Quem fica mal na “fotografia”?

Parece um pormenor? Mas não é. Este poder, seja ele 4° ou 2°, forma opiniões, controla atitudes, elimina a hipótese de sentido crítico que permite distinguir o que é de facto a realidade.

Precisamos de uma CS isenta. Precisamos de sentido crítico. Já o tinha frisado também no Twitter: os que hoje, até lhes dá jeito defender este “jornalismo”, podem muito bem ser os visados de amanhã. Tomem nota.